Cidadeverde.com

Radialista vai a júri popular por atropelar garçom em Piripiri

O juiz Francisco João Damasceno, titular da 1ª vara do Fórum de Piripiri, considerou como homicídio doloso, o acidente de trânsito envolvendo o radialista Ivan Carlos Carvalho Panichi, que acabou com a morte do garçom João Antônio dos Santos (João Fidelis), em 2010.


O acusado agora será submetido a júri popular em Piripiri. Segundo testemunhas, após o acidente o acusado não prestou socorro e deixou o local.

Relembre o caso

O acidente, ocorreu por volta das 7h do dia 11 de setembro de 2010 e completará três anos daqui há dois meses. O radialista Ivan Carlos Carvalho Panichi, dirigia uma caminhonete modelo L200 acompanhado de uma mulher quando colidiu violentamente com a moto que era pilotada pelo garçom, no entroncamento das BR's 222 e 343, que veio a óbito no local.


O caso teve repercussão nacional e o caso geral comoção na cidade. Logo após o acidente, o radialista foi preso pela Polícia Rodoviária Federal em um bar. Vídeos feitos por moradores registram que ele ofereceu resistência e moradores tentaram linchar o acusado.



Rayldo Pereira
Com informações de Clique Piripiri
rayldopereira@cidadeverde.com