Cidadeverde.com

Empresário de Piripiri desaparece e Polícia investiga sumiço

O empresário Luiz Gonzaga, de 50 anos, conhecido como Gonzaga da Farmácia, desapareceu na última terça-feira (22) no município de Piripiri, a 157 km de Teresina. Luiz é proprietário da farmácia Santa Teresina, uma das maiores do município e segundo a Polícia Militar, saiu de casa na terça-feira as 14h30min, para "resolver um problema" no bairro Horto Florestal.

"Ele segue uma rotina muito comum todos os dias. Na terça-feira ele almoçou com alguns representantes de remédios no mercado e se deslocou para casa. Descansou e por volta das 14h30, saiu dizendo que iria resolver um problema no Horto Florestal, que é uma área de mata mais densa aqui da região e desde então sumiu. Já batemos todo o mato, verificamos uma fazenda que ele é proprietário na Lagoa do São Francisco e vasculhamos toda a cidade, mas não encontramos nem ele nem o veículo", afirmou o comandante da Polícia Militar de Piripiri, major Erisvaldo Viana.

Gonzaga saiu de casa pilotando uma Honda CG 150 Fan EECI, de cor vermelha, que também não foi encontrada pela Polícia. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil e a família de Gonzaga já prestou depoimento.

De acordo com o major, o empresário não possuía inimigos declarados, nem dívidas na região e sua empresa é uma das maiores do município. "Não encontramos nenhum indício que possa justificar o sumiço e continuamos as buscas a procura dele", acrescentou o major.

A população está mobilizada por conta do desaparecimento e os apelos à procura do empresário já chegam às redes sociais. O irmão de Gonzaga, Raimundo Gonçalves, afirmou que durante toda a noite desta quinta-feira (25) foram realizadas buscas na região, mas o empresário não foi encontrado. "Colocaram em uma rede social que encontraram ele e isso não procede. Fizemos uma diligência ontem a noite até 6h e estamos a procura de informações. Não temos nada concreto, só rumores de que ele poderia estar em cárcere privado. Estamos na maior expectativa possível para a gente conseguir encontrá-lo com vida", afirmou o irmão.

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com