Cidadeverde.com

Presos fazem necessidades fisiológicas em sacos plásticos, diz denúncia

Policiais civis de Delegacia Regional de Piripiri denunciam que uma cela foi improvisada dentro do distrito. 

Imagens mostram que a cela tem um espaço bem pequeno, com uma grade e um banco de ferro na parede onde o preso fica algemado. Os policiais denunciam que o ambiente é de total insalubridade e presos estão colocando fezes em uma sacola e urinando nas paredes.

A cela foi construída após decisão da Justiça de interditar todas as outras celas da delegacia de Piripiri e retirar, imediatamente, um carro cela que abrigava os presos nos fundos do distrito.

Segundo o titula da Delegacia, delegado Jorge Terceiro, o local mostrado nas imagens não se trata de uma cela e, sim, de uma sala de contenção utilizada durante a realização de procedimentos policiais. 

Conforme o delegado, após a realização de procedimentos, os presos são transferidos para a delegacia de Piracuruca. O delegado negou que os presos fazem suas necessidades em sacolas e afirmou que o mau cheiro da sala é por conta de restos de água e alimentos que se acumulam no local.

A orientação é de que os presos sejam levados ao banheiro sempre que tiveram vontade e nenhum detido fique mais de 14 horas nessas salas de contenção. 

A Secretaria de Segurança Publica informou que  está providenciando a construção de mais duas salas de contenção na delegacia de Piripiri. 

Izabella Pimentel
Com informações do Notícia da Manhã