Cidadeverde.com

Polícia investiga homofobia em caso de espancamento no Piauí

Após sofrer um espancamento, Valteres Peixoto, 30 anos, morreu nessa terça-feira (9) no Hospital Regional Chagas Rodrigues, em Piripiri, distante 158 quilômetros de Teresina.  Ele foi encontrado sem consciência na zona Rural do município e estava em coma desde domingo (7).

 Populares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a vítima foi encaminhada ao hospital. Valteres chegou no local desacordado, com lesões na cabeça.

A polícia investiga o caso e tem duas linhas de investigação. Uma por motivação homofóbica, já que  a vítima era homoafetiva, e outra baseada em uma suposta vingança por crimes patrimoniais. Valteres é suspeito de praticar vários roubos e furtos em residências.

“Não estou vendo somente homofobia nesse caso já que a vítima era conhecida pela polícia por praticar crimes patrimoniais. Mas estou determinando que a perícia também seja baseada na visão homofóbica”, informou a delegada de Piripiri, Lucivânia Vidal.

 O caso foi informado à delegacia somente ontem e a Polícia Civil ainda não tem suspeita sobre a autoria do crime.  


Izabella Pimentel
redacao@cidadeverde.com