Cidadeverde.com

Vídeo: PMs têm prisão decretada após flagrante de tortura a suspeito no Piauí

Dois policiais militares do Piauí tiveram a prisão administrativa decretada após um vídeo em que um preso aparece sendo torturado. O flagrante ocorreu dentro da Delegacia de Piripiri, no norte do estado. 

No vídeo, um homem aparece sentado e aparentemente algemado. Na sequência, ele é agredido fisicamente com tapas no rosto e a popular agressão conhecida como "telefone", na qual, com as duas mãos em forma de concha, a vítima recebe tapas contra os dois ouvidos ao mesmo tempo. A técnica - que era usada na época da ditadura - é considerada brutal e pode romper os tímpanos provocando surdez permanente. 

Em alguns trechos, do vídeo, é possível perceber os PMs dizendo: "sustenta, menino. Tu não é ladrão", "Ladrão é assim, pô", "Ladrão quando é pego pela polícia é assim ou o ladrão quando pega um cidadão não faz é pior? Roubando o cidadão, chama de vagabundo"

O homem que aparece sendo agredido é suspeito de ter roubado uma motocicleta. 

Por meio de nota, a Diretoria de Comunicação da Polícia Militar do Piauí informou que o comandante geral da corporação, coronel Lindomar Castilho, determinou a prisão administrativa dos militares e a instauração de um inquérito policial militar, bem como a apresentação dos PMs na Corregedoria. 

Os militares e o preso que aparecem no vídeo não tiveram os nomes revelados. 

A Delegacia Geral de Polícia Civil informou que a Corregedoria de Polícia Civil vai instaurar procedimento cabível para apurar o caso com o intuito de constatar eventual ação ou omissão de policiais civis lotados naquela unidade que se encontravam no plantão policial.

 

Com informações Notícia da Manhã
[email protected]