Cidadeverde.com

Segundo suspeito de mortes é preso; polícia acha colete balístico na casa dele

Foto: Divulgação PC/PI

A Delegacia Regional de Piripiri e a Divisão de Operações Especiais - DOE da Polícia Civil, realizaram durante a tarde desta sexta (26) uma ação que resultou na prisão de mais um suspeito de participação nos quatro homicídios ocorridos na Semana Santa no município. Além do mandado de prisão também foi cumprido de busca e apreensão, onde foi encontrado m colete à prova de bala da Polícia Militar. O primeiro suspeito foi preso na última quinta-feira(25).

O suspeito, identificado como Carlos Gerônimo Medeiros Bezerra, vulgo "Carlim Olhão", foi preso em casa, no bairro Fonte dos Matos em Piripiri. No local, a polícia encontrou um celular com restrição de roubo e um colete à prova de balas, que seria da Polícia Militar, mas que estava danificado. 

"As equipes da Polícia Civil, com os mandados de prisão e busca domiciliar em mãos, imediatamente se deslocaram à residência do suspeito, onde este foi localizado e detido. Nas buscas realizadas no local encontramos um aparelho celular com restrição de roubo e, para nossa surpresa, um colete balístico com inscrição 'Polícia Militar' mas com as etiquetas dos dados de identificação e brasão da polícia militar arrancados" afirmou o Delegado Regional e Titular do 1° Distrito Policial de Piripiri, Dr. Jorge Terceiro.

Após a conclusão das diligências o suspeito foi conduzido ao Complexo de Delegacias para fins de custódia e autuação pelos homicídios e pelos roubos. 

"O criminoso, além de ser detido em razão do mandado de prisão, ainda sofrerá autuação em flagrante em razão dos objetos encontrados na residência do mesmo. As circunstâncias em que o mesmo obteve o colete balístico também estão sendo investigadas", afirmou o Delegado Titular do 2° Distrito Policial, Dr. Ricardo Oliveira.

O mandado de prisão temporária do suspeito foi expedido pelo Poder Judiciário, após investigações e representação da Polícia Civil e parecer favorável do Ministério Público.

As investigações sobre os homicídios continuam.

 

Da Redação
Com informações da Polícia Civil
redacao@cidadeverde.com