Cidadeverde.com

Suspeito deixa carta após assassinato no Piauí: "me transformo em lobisomem"

Foto: Reprodução Piripirireporter

Um suspeito apresentou uma justificativa inusitada para fugir da cidade após um assassinato. Cleiton Ricardo Pereira de Sousa é apontado como autor do homicídio contra Antônio Marcos de Souza na última terça-feira (29). A vítima foi morta com golpes de tesoura. Na cena do crime foi encontrada uma carta com a mensagem: "Mamãe eu tive que fugir me desculpa vou ficar bem mas não posso ficar aqui porque eu me transformo em lobisomem (sic)".

O caso ocorreu na cidade de Piripiri, no Norte do estado. De acordo com a Polícia Civil, na noite anterior ao crime, suspeito e vítima estariam ingerindo bebida alcoólica em um bar. Em seguida foram para casa onde houve uma discussão. 

"Do bar, seguiram para a casa do suspeito visando terem relações sexuais. Lá continuaram bebendo e discutiram. O autor desferiu vários golpes com uma tesoura contra a vítima atingindo-a no tórax e pescoço, levando-a óbito", disse Jorge Terceiro, delegado regional e titular do 1° Distrito Policial de Piripiri. 

As investigações apontaram que Cleiton Ricardo ainda teria desferido vários golpes de tesoura, inclusive nos órgãos genitais, com a vítima já morta. 

 

PRISÃO

O suspeito empreendeu fuga e só se apresentou na delegacia de Campo Maior, distante 80 km de Piripiri,  três dias após o crime. 

"Apesar de não estar mais em situação de flagrante e ter se apresentado em uma delegacia em outra circunscrição três dias depois, o autor do crime foi preso já que em Piripiri, a Polícia Civil havia representado por sua prisão e o poder judiciário prontamente acatou o pedido, decretando-a", reitera o delegado. 


CARTA À MÃE

De acordo com a Polícia Civil,  Cleiton Ricardo confessou o crime na delegacia onde se apresentou, confirmou ser o autor da carta encontrada no local do crime e endereçada à sua mãe. 

"O autor confessou em seu interrogatório a prática do crime em detalhes, afirmando que praticou o crime sozinho e que realmente é o autor da carta encontrada no local do crime, bem como que a menção à figura de um "lobisomem". A carta deixada para sua mãe seria em razão das lesões feitas na vítima serem parecidas com as que viu serem feitas em uma vítima em um filme de terror por um monstro daquele tipo", conclui Jorge Terceiro. 

O suspeito já foi encaminhado para o sistema prisional. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com