Cidadeverde.com

Firmino defende candidato do PSDB à Câmara Federal

Se depender do prefeito da capital, os tucanos voltarão a disputar mandato na Câmara Federal pelo Piauí. Firmino Filho indica até nomes de prováveis candidatos: os deputados estaduais Firmino Paulo e Luciano Nunes. A última candidatura tucana  à Câmara Federal foi em 2010, com o empresário R.Sá. Apesar da boa votação acabou não sendo eleito. O PSDB elegeu um deputado federal em 2006, com Átila Lira, que depois trocou o ninho tucano pelo PSB.

Movimentação no sul do Piauí

O Encontro das Cidades do Extremo Sul do Piauí, realizado em Avelino Lopes, atraiu gestores da região e lideranças políticas do Estado. Participaram do encontro o senador Ciro Nogueira, deputada federal Iracema Portella, secretário nacional de Saneamento Ambiental, Henrique Pires,  presidente da Associação Piauiense de Municípios, prefeito Gil Carlos, de São João do Piauí, e muitos prefeitos da região. Foram discutidos temas de interesse comum, como o acesso ao saneamento básico para proporcionar mais qualidade de vida para a população. Os prefeitos também aprovaram a criação de um consório de município voltado atuação integrada na área de saúde.

PP na mira da oposição

Neste sábado, 23, o deputado estadual Robert Rios (PDT) recebeu em sua residência o senador Ciro Nogueira, deputado Júlio Arcoverde, presidente do PP no Piauí, secretário de comunicação de Teresina, Fernando Said (PSDB), e o ex-procurador geral de justiça do Estado, Aberlardo Linhares. Conversas informais, porém com forte teor político, marcaram o encontro. Para Robert Rios, que trabalha na formação de bloco de oposição competitivo para 2018, a enorme base governista não se sustenta. Na prática, a oposição ainda não desistiu do PP, que já é aliado dos tucanos na capital.

Ciro e Júlio preferem desconversar e associam o encontro ao bom e estável relacionamento pessoal e político com Robert Rios.

Condição para João Vicente disputar eleição pelo PTB

O PTB é hoje a legenda com maior possibilidade para filiação do ex-senador João Vicente Claudino. Se ocorrer, será um retorno à legenda que João Vicente comandou por mais de uma década no Estado. Mas é remota a chance do ex-senador voltar a ser aliado do governador Wellington Dias. Se voltar mesmo ao PTB, João Vicente só será candidato majoritário em 2018 com o partido na oposição. Hoje o PTB integra a base aliada ao governador Wellington Dias e não dá sinais de desejo para se tornar partido de oposição.
 

Cultura e política

O ex-ministro João Henrique, presidente nacional do Sesi (Serviço Social da Indústria), integra política e cultura em suas andanças pelo interior do Piauí. Pela Fundação Ullysses Guimarães, instituição ligada ao PMDB, lidera a caravana Piauí em Movimento, que defende candidatura própria do PMDB ao governo do Estado. No Sesi, João Henrique acompanha de perto a execução de projeto cultural em parceria com a prefeitura de Teresina que leva música clássica ao interior. Na foto, João Henrique, o prefeito de Barras, Carlos Monte (PTB) e o presidente da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, durante apresentação da orquestra sinfônica de Teresina.

Litígio em Altos

Informações da política no município de Altos revelam desencontros em o presidente da Câmara, Maxwell da Marinha (PSC) e a prefeita Patrícia Leal (PT). O vereador teria rompido relações políticas com a gestora alegando interferência do poder executivo na autonomia do parlamento municipal.

Vereadores propõem parceria com Rejane Dias

Os vereadores Gustavo Gayoso (PTC),, Deolindo Moura (PT), Enzo Samuel (PCdoB) e Venâncio Cardoso (PP) solicitaram apoio da secretaria de Educação do Estado para alunos de uma escola no bairro Água Mineral, zona norte de Teresina.  Os vereadores querem que os alunos permaneçam estudando no bairro enquanto uma escola passa por ampla reforma.

PSDC promete coligação com pequenos partidos

Plenária com representantes do PSDC da capital e interior decidiu lançar, nesta sexta-feira, 22, a pré-candidatura do advogado  Romualdo Sena, presidente da sigla no Estado, a governador. O partido está organizado em 150 municípios e promete reunir de 12 a 18 legendas emergentes numa coligação para as eleições majoritária e proporcional do próximo ano. "Precisamos renovar a política e esta será  importante mensagem em defesa de nossa candidatura ao governo", avisa Romualdo durante a plenária do PSDC. Na plenária de Teresina vários partidos emergentes mandaram representantes, abrindo a temporada de entendimentos pré-eleitorais. Na foto, Romualdo entre o vereador Neto do Angelim (direita) e o presidente da sigla na capital, Luis Gonzaga (esquerda).
 

Norberto Campelo inicia conversas com líderes da oposição

Já fora do mandato de conselheiro do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), o advogado Norberto Campelo inicia trajetória na política. Conversou demoradamente com o presidente estadual do PSB, ex-governador Wilson Martins, com presenças do deputado Wilson Brandão e Pompílio Evaristo, ex-prefeito de São Miguel do Tapuio e ex-parlamentar. Norberto, que  também já conversou com o deputado estadual Robert Rios (PDT), revelou sua disposição para disputar o governo do Estado no próximo ano e  trabalha possíveis alianças no campo oposicionista. O jurista deve se filiar ao Podemos no inicio de outubro.

João Mádison:"PMDB defende todos os governistas numa única coligação"

Com a tendência de confirmação na reforma política das alianças partidárias e do sistema de voto proporcional, o PMDB do Piauí já tem proposta para o para o estilo de aliança da base aliada governista. Segundo o líder do PMDB na Assembleia Legislativa, João Mádison Nogueira, todo o bloco de partidos governistas deve compor uma única coligação proporcional, com candidatos ao parlamento estadual e à Câmara Federal. "Seremos um único grupo, uma só coligação, com pequenos, médios e os grandes partidos", defende Mádison.  A proposta enfrentará resistências, principalmente entre as pequenas siglas governistas. Resta também saber como reagirá o PT, a principal legenda da base aliada ao governo.

Posts anteriores