Cidadeverde.com

Semar recolhe 100kg de óleo no litoral e descarta interdição das praias no Piauí

Foto: Ascom Semar

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) garante que não haverá interdição de praias do Piauí por conta do aparecimento de manchas de óleo na costa do Nordeste. Os últimos registros são do final do mês de setembro quando cerca de 100 kg de materiais contaminados com o óleo foram recolhidos das praias, segundo informações da própria Semar. 

“Até agora, pelos registros que foram encontrados, não há nenhum indicativo de interdição, mas o monitoramento continua. As manchas que apareceram no Piauí eram pequenas e do dia 30 de setembro para cá não encontramos mais nada. Ainda assim estamos nos preparando para caso novas manchas surjam. A população pode ficar tranquila quanto a segurança das praias”, assegurou a secretária Sádia Castro.

De acordo com a Semar, o mês de outubro ainda não registrou novas manchas de óleo. A orientação é que, caso algum foco seja identificado, a informação seja repassada imediatamente para a Capitania dos Portos ou demais órgãos públicos.

“Os registros que nós temos são os registros do mês passado ainda, felizmente foram encontrados registros dia 27, 28 e 30 de setembro. De lá até aqui não foi mais encontrado nenhum novo registro mas o monitoramento continua”, explicou a secretária de Meio Ambiente.

O órgão também informou que serão utilizados drones para o monitoramento aéreo da costa e identificação de possíveis novas manchas. Auditores fiscais de Teresina também foram destacados para o escritório da Semar em Parnaíba para reforçar o monitoramento.


Mancha de óleo encontrada em praia de Luis Correia. Foto: Tartarugas do Delta

A auditora fiscal ambiental Waneska Vasconcelos, explicou que o monitoramento começou em outubro e já percorreu todas as praias de alguns municípios como Cajueiro da Praia. “Caso encontre algum registro de mancha a gente fazer o georreferenciamento e a coleta desse material”.

Nesta segunda-feira (14), a Semar se reuniu para tratar sobre o assunto com o ICMBio, Ibama e Capitania dos Portos somadas a secretarias municipais de Meio Ambiente das cidades do litoral. A secretaria do estado deverá ser a porta-voz sobre o assunto. “O objetivo é que todos os órgãos falem a mesma língua

Manchas no Piauí

Das 16 praias do litoral do Piauí, seis foram atingidas pelas manchas de óleo que estão poluindo a costa da região Nordeste. Os dados são da Marinha. Os últimos registros aconteceram no dia 30 de setembro nas praias de Atalaia, Peito de Moça e Coqueiro - ambas em Luís Correia - e Pedra do Sal em Parnaíba. O primeiro caso foi registrado no dia 28 de setembro na praia do Arrombado, e no dia seguinte em Cajueiro.

O ministro Ricardo Salles afirmou que mais de 100 toneladas de borra de petróleo já foram recolhidas nas praias do Nordeste. A região sofre com manchas de óleo, ainda de origem desconhecida, que vem afetando as praias desde o começo de setembro.

.Foto: Adema/Governo de Sergipe

Sergipe é um dos estados mais atingidos pelo óleo.

Valmir Macêdo
valmirmacedo@cidadeverde.com