Cidadeverde.com

Marinha faz nova limpeza na praia Peito de Moça e não registra novas manchas de óleo

Fotos: Capitania dos Portos do Piauí

A Capitania dos Portos do Piauí realiza nesta quarta-feira(23), uma nova limpeza na praia Peito de Moça, em Luís Correia (a 340 km de Teresina). A faxina acontece quase um mês depois que as algumas manchas de óleo apareceram na faixa de areia de seis praias do litoral piauiense.

Segundo a Marinha, o trabalho é "apenas um pente fino e serve como uma faxina mais apurada em pequenos pontos que ainda estavam na praia". 

Desde o dia 30 de setembro, o Piauí não registra mais manchas de óleo na faixa litorânea. Os órgãos ambientais continuam em alerta, porque como ainda há muito óleo pelo litoral nordestino, é imprevisível para onde ele possa se dirigir por causa das marés. 

Peixes-bois

A Comissão Ilha Ativa divulgou uma nota em suas redes sociais informando que não há desaparecimento de peixes-bois do estuário Timonha e Ubatuba em Cajueiro da Praia, relacionados ao vazamento de óleo. Informaram que a diminuição da frequência de avistagem neste período é natural devido à alta salinidade. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A Comissão Ilha Ativa vem esclarecer informações a respeito das matérias publicadas sobre o desaparecimento dos peixes-bois no estuário Timonha e Ubatuba- Cajueiro da Praia/PI, relacionadas ao vazamento de óleo. A @comissaoilhaativa, os profissionais que atuam na instituição e os técnicos do Projeto Pesca Solidária, não prestaram declarações sobre isso. Nesse período do ano a diminuição da frequência de avistagem destes animais no local é natural devido a alta salinidade, como mostram as pesquisas desenvolvidas. Foi encontrado óleo associado a capim-agulha no período da última semana do mês de setembro na faixa de praia, mas esse fato não ocasionou o desaparecimento dos animais. Os bancos de alimentação foram monitorados, mas não foram registradas manchas de óleo até o momento. Para ficar melhor informado acompanhe nossas redes oficiais de comunicação. #pescasolidaria #comissaoilhaativa #peixeboi #piaui #ceara

Uma publicação compartilhada por Pesca Solidária (@pescasolidaria) em

 

A Comissão relata que foi encontrado óleo associado a capim-agulha somente na última semana de setembro na faixa de areia, mas que “esse fato não ocasionou o desaparecimento dos animais”. E acrescentou que “os bancos de alimentação foram monitorados, mas não foram registradas manchas de óleo até o momento”, destacou.

A Secretaria de Meio Ambiente (Semar) contabilizou a retirada de 100 quilos de substância oleosa de seis praias do Piauí: Pedra do Sal (Parnaíba), Peito de Moça, Arrombado, Coqueiro e Atalaia (em Luís Correira) e Praia da Lama (Cajueiro da Praia). 

 

Caroline Oliveira e Herlon Moraes
redacao@cidadeverde.com