Cidadeverde.com

Governo realizará PPP para requalificação e expansão de Colônia de Férias

A Secretaria Estadual de Administração e Previdência (SeadPrev) propôs e o Conselho Gestor aprovou o desenvolvimento de estudos para a transformação da Colônia de Férias do antigo Iapep, em Luís Correia, em um Complexo Turístico de lazer com infraestrutura mais moderna e atrativa. A Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), responsável pelo trabalho técnico, prevê o lançamento do edital de chamamento público para que empresas interessadas no projeto se habilitem na complementação dos estudos no inicio do mês de janeiro.

O projeto de parceria com a iniciativa privada tem como objeto requalificar e expandir a atual Colônia de Férias do Servidor Público do Estado do Piauí, a fim de transformá-la em um Complexo Turístico do Estado do Piauí, moderno e mais atrativo, com gestão eficiente e novas opções de lazer e atividades diversificadas de recreação, com custo acessível.

Um dos aspectos considerado para escolha do projeto foi sua localização privilegiada, uma vez que está próximo às praias e a outros atrativos naturais da região, como o Delta do Parnaíba, Lagoa do Portinho, Barra Grande e Praia do Coqueiro, e possiblidade de geração de receita e promoção do desenvolvimento regional já que o turismo será fomentado, fazendo crescer o fluxo de visitantes e potencializando o consumo nas diversas áreas, gerando trabalho e renda no município.

De acordo com a superintendente de Parcerias e Concessões, Viviane Moura, a modernização da Colônia de Férias terá como resultado a melhoria na infraestrutura física e operacionalização e manutenção do novo Complexo Turístico. “Os usuários (servidores e visitantes) serão beneficiados por uma prestação de serviços com qualidade, eficiência e conforto, a preços compatíveis ao de mercado e dentro das possibilidades financeiras do servidor público, o seu principal usuário”, afirmou.

Pelos estudos preliminares, o prazo de vigência da concessão será de 30 anos e o valor estimado do investimento de responsabilidade da futura concessionária será de R$ 9.068.199,70. As empresas interessadas em complementar os estudos preliminares realizados pela Suparc podem apresentar seus pedidos de autorização após a publicação do edital. Maiores informações estarão no site www.ppp.pi.gov.br na primeira semana de janeiro de 2016.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com