Cidadeverde.com
Política

Wilson recebe diretora da ANP e discute sobre leilão da bacia do PI

Imprimir
O governador do Piauí, Wilson Martins, recebe nesta segunda-feira (1º) a diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard, para conversar sobre a 11ª Rodada de Licitações, que será realizada nos dias 14 e 15 de maio no Rio de Janeiro. É nesta rodada que está prevista a inclusão de 20 blocos terrestres na Bacia do Parnaíba, dos quais 14 estão no Piauí, em 34 municípios, e o restante no Maranhão. 


A área total dos blocos é de cerca de 60 mil quilômetros quadrados e cada um deles tem em torno de três mil quilômetros quadrados. 

Ao todo, serão licitados na rodada 289 blocos, totalizando 155,8 mil km², distribuídos em 11 bacias sedimentares em 11 estados: Barreirinhas (MA), Ceará, Espírito Santo, Foz do Amazonas (AP), Pará-Maranhão, Parnaíba (PI/MA), Pernambuco-Paraíba, Potiguar (RN), Recôncavo (BA), Sergipe-Alagoas e Tucano Sul (BA). Dos 289 blocos, 166 estão localizados no mar, sendo 94 em águas profundas, 72 em águas rasas, e 123 em terra.


O objetivo da 11ª Rodada é promover o conhecimento das bacias sedimentares, desenvolver a pequena indústria petrolífera e fixar empresas nacionais e estrangeiras no país, dando continuidade à demanda por bens e serviços locais, à geração de empregos e à distribuição de renda. Para alcançar esses objetivos, a ANP mantém a aplicação de regras de conteúdo local, que possibilitam o fortalecimento de fornecedores nacionais de bens e serviços. A oferta de áreas em diversos estados brasileiros contribuirá para a redução das desigualdades a partir da descentralização da produção de petróleo e gás no país, incentivando o crescimento da indústria petrolífera em regiões em que este segmento é inexistente ou incipiente.

Imprimir