Cidadeverde.com
Geral

Apostador vai à sede do Piauí Cap cobrar devolução de dinheiro

Imprimir

O funcionário público Francisco Gomes da Silva, apostador do Piauí Cap, compareceu à sede do título de capitalização à procura de informações sobre o dinheiro que investiu na empresa, que nesta quarta-feira (12) foi alvo da Operação Trevo, deflagrada pela Polícia Federal e que tem como objetivo desarticular organizações criminosas que utilizam instituições filantrópicas para lavagem de dinheiro oriundo de bingos, títulos de capitalização e caça-níqueis.

Francisco visitou a sede da empresa, localizada na avenida Frei Serafim, no Centro de Teresina, e lamentou o escândalo. Insatisfeito, ele afirmou que quer receber o seu dinheiro de volta. "Toda semana eu compro cartelas do Piauí Cap. Essa semana mesmo eu comprei duas. E ninguém sabe de nada. Eu quero receber o que está com eles", desabafou o funcionário público.

Além do apostador, a sede do Piauí Cap também recebeu a visita da oficial de justiça Maria Antônia Carvalho Rodrigues. Ela foi encarregada de entregar um mandado judicial aos diretores da empresa.

Segundo a oficial de justiça, o mandado exige o cumprimento de uma decisão que foi expedida pela 6ª Vara Cível do Tribunal de Justiça e assinada pelo juiz Reginaldo Pereira Lima de Alencar, corregedor geral da Central de Mandados. "Não sei o teor da decisão, mas com certeza algo não está sendo cumprido", resumiu a oficial.

Flash de Rayldo Pereira
Redação de Flávio Meireles
[email protected]

Imprimir