Cidadeverde.com
Esporte

Natália é a primeira medalhista do Brasil no tae kwon do

Imprimir
A brasileira Natália Falavigna conquistou neste sábado a primeira história para o país na história olímpica do tae kwon do. Na categoria acima de 67 kg, ela superou a sueca Karolina Kedzierska, atual campeã européia, e garantiu o bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim.



No confronto decisivo, Natália foi muito bem e não deu qualquer chance para a adversária. O triunfo foi por 5 a 2, sendo que logo no primeiro round ela abriu uma vantagem de 2 a 0.

A partir do segundo assalto, consciente de sua vantagem, a brasileira passou a apenas administrar o combate. Mesmo assim, conseguiu aplicar dois golpes e abriu 4 a 1.

No round decisivo a luta já estava praticamente decidida. Natália conseguiu mais um ponto e a adversária também encaixou um golpe, mas não chegou a ameaçar o bronze da brasileira, que deixou o local de combate chorando de emoção.


Campeã mundial em 2005 e bronze em 2007, a atleta do Brasil deixa a Olimpíada com um saldo de três vitórias e apenas um resultado negativo.

Eliminada da disputa pelo ouro na semifinal pela norueguesa Nina Solheim, ela havia batido antes a grega Kyriaki Kouvari e a australiana Carmen Marton.

A atleta é o principal nome do esporte no Brasil. Ela ficou em quarto lugar nos Jogos de Atenas, em 2004, após sofrer com uma contusão no pé.

Natália começou a praticar esportes depois de ver Aurélio Miguel conquistar a medalha de ouro no judô nos Jogos de Seul, em 1988.

No entanto, a paranaense não sabia em que modalidade competir, e antes de escolher o tae kwon do tentou o handebol, e mesmo depois de começar a lutar pensou em migrar para o tênis, mas acabou desistindo.

Tags:
Imprimir