Cidadeverde.com
Política

Dr. Pessoa recebe convite de Robert Rios e admite possível candidatura a governador

Imprimir


O líder da oposição na Assembleia Legislativa do Estado, deputado Robert Rios (DEM) se reuniu com o deputado Dr. Pessoa (SD), a portas fechadas, na manhã desta quinta-feira (14) na Casa Legislativa. Robert convidou Dr. Pessoa para ser candidato a governador.

Segundo ele, essa é uma estratégia para fortalecer a oposição. Robert diz que a oposição tem que se lançar de todas as forças.

O convite foi feito depois de resultado da pesquisa Opinar, divulgada pela TV Cidade Verde. Na pesquisa, o governador Wellington Dias aparece com 50% das intenções de votos. Se a eleição fosse hoje não haveria segundo turno.

"Não vai ter futuro para o Piauí se Dr. Pessoa não estiver inserido nesse cenário. Existe o rumo do governo, que é um transatlântico e o rumo da oposição. Vamos disputar com um homem sentado no governo é preciso que a oposição lance todas as suas forças", destacou.

Dr. Pessoa assumiu a possibilidade de ser candidato. Mas avisa que vai depender das forças da oposição.

"O que disse o Robert Rios é inquestionável. Eu sair pré-candidato a senador, mas Deus e o povo e as lideranças políticas da oposição dizerem em que provisionamento querem o Dr. Pessoa. Essa alternativa colocada por Robert é possível. Vai depender do grupo político, de uma colisão, pode haver um cenário diferente", declarou.

De acordo com Robert, a oposição precisa de mais candidatos para forçar o segundo turno.

"Temos dois candidatos e precisamos do Dr. Pessoa como candidato. Para termos três, quatro ou mais candidatos para no segundo turno unificarmos o discurso. Precisamos estar juntos para fazer uma grande campanha de segundo turno", declarou.

A oposição quer unir forças. "O homem que tem a linguagem do Dr. Pessoa, que se comunica do jeito que ele se comunica, principalmente com os pobres, é um discurso importante no caminho da oposição. Seria uma extravagância se ele não for candidato ao governo. Continuarei na chapa do Luciano, mas a oposição precisa unir forcas", declarou.


Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com

Imprimir