Cidadeverde.com
Últimas

Sobe para 48 os municípios em situação de emergência por seca no Piauí

Imprimir
Foto: Divulgação/ Cidadeverde.com
 
Em 2018, o Ministério da Integração Nacional  decretou situação de emergência em 48 municípios do Piauí até esta terça-feira (19). A Defesa Civil do Estado alerta que a tendência é o número aumentar até o final do ano, período em que os problemas ocasionados pela seca são agravados nas cidades piauienses.
 
O governo federal reconheceu situação de emergência em 184 municípios de sete estados - Minas Gerais, Bahia, Paraíba, Piauí, Ceará, Goiás e Pará. A atualização dos decretos, - expedidos pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil - foi publicada hoje em portarias no Diário Oficial da União. A medida tem vigência por 180 dias, permitindo às prefeituras solicitar apoio da União para ações emergenciais, que são executadas por meio da Secretaria de Estado da Defesa Civil (Sedec).
 
O secretário de Defesa Civil do Estado, Raimundo Coelho, explica que por enquanto não há conhecimento sobre outras cidades que possam entrar na lista, mas ao mesmo tempo, ele assegura que a quantidade vai aumentar. “Por seca e estiagem são 48, com Belém do Piauí e Paquetá, que foram os últimos a terem o decreto publicado. Agora Paquetá já havia sido incluído há alguns dias. O Estado não vai emitir solicitação de novo decreto porque a demanda por enquanto parou. Mas os decretos já vêm aumentando de maio para cá e a tendência é aumentar mais. Devem ser solicitadas mais”, esclareceu Raimundo Coelho.
 
A partir desta publicação, o Governo do Estado, pode solicitar ajuda federal para ações emergenciais de abastecimento, como perfuração de poços, construção de reservatórios, além do fornecimento de água potável por meio de operação carro-pipa nos municípios afetados. 
 
“Com o decreto, são iniciadas as operações carro pipa, tanto a nível estadual, quanto a federal, que é realizada pelo exército. O decreto solicita ajuda para esse tipo de serviço e o governo federal analisa a necessidade e se constatar que realmente precisa, o decreto é liberado. Cada município que solicita faz um relatório sobre o abastecimento de água por comunidade e quantidade de pessoas que precisam desse abastecimento e então o governo federal avalia se de fato precisa e define qual a quantidade de carros pipa a disponibilizar, por exemplo”, explicou o secretário sobre como funciona a liberação dos serviços de abastecimento.
 
Os municípios do Piauí com situação de emergência por seca reconhecidas pelo governo federal são:
 
Acauã 
Alagoinha do Piauí 
Alegrete do Piauí 
Anísio de Abreu 
Avelino Lopes 
Belém do Piauí 
Betânia do Piauí 
Bonfim do Piauí 
Caldeirão Grande do Piauí 
Campo Alegre do Fidalgo 
Campo Alegre do Piauí 
Campo Grande do Piauí
Capitão Gervásio Oliveira
Caracol
Caridade
Coronel José Dias
Curral Novo do Piauí 
Dirceu Arcoverde
Dom Inocêncio 
Fartura do Piauí
Francisco Macêdo 
Francisco Santos 
Fronteiras 
Guaribas
Itainópolis 
Jacobina do Piauí 
Jaicós 
Jerumenha
Jurema 
Lagoa do Barro do Piauí 
Marcolândia
Massapê do Piauí 
Monsenhor Hipólito 
Morro Cabeça no Tempo 
Nova Santa Rita 
Padre Marcos
Paulistana 
Pio IX
Queimada Nova 
São Braz do Piauí 
São Francisco de Assis do Piauí 
São Julião
São Lourenço do Piauí 
São Luís do Piauí
São Raimundo Nonato
Simões 
Várzea Branca
Vila Nova do Piauí   

 

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir