Cidadeverde.com
Política

Elmano defende descentralizar a saúde para melhor o atendimento

Imprimir


Foto:WilsonFilho/CidadeVerde.com 

O candidato a governador do Piauí, Elmano Férrer (Podemos), conversou com eleitores por meio de um bate-papo redes sociais. Ele debateu temas como saúde e apresentou suas propostas para a área. Segundo o candidato, a principal proposta  consiste na descentralização da saúde e investimentos para a contratação de mais médicos.

Férrer ressaltou o baixo número de médicos que o estado possui hoje no interior, como um dos principais problemas. “Nós temos hoje, registrados no Conselho Regional de Medicina, pouco mais de quatro mil médicos. No qual, os que exercem a profissão na capital, são pouco de três mil, o que significa um médico para cada 280 pessoas. Enquanto isso, nos municípios do interior, são pouco mais que mil médicos. Então nós temos aí, a médio prazo, que buscar um planejamento para a interiorização da saúde”.

Caso eleito, como primeiro ato de governo, Elmano afirmou que vai, antes de tudo, colocar um profissional que atenda aos requisitos técnicos para ser um secretário de saúde.  Para ele, o problema maior da saúde é devido à falta de gestão e que irá com planejamento, estruturar mais os hospitais e valorizar os profissionais.

“Para quem deseja uma administração voltada para o pobre, porque eu soube cuidar de gente, eu vivia em vilas e hospitais, garanto que implantaremos nos hospitais regionais, para começar em 120 dias, o Ambulatório do trabalhador. Isso só com dinheiro que está aí. E sobre quem fará a gestão de saúde, indicarei quem entende de saúde. Eu tenho coragem e a experiência de fazer muito mais do que foi feito em 12 anos”, pontuou.

Lídia Brito
Com informações da assessoria

Imprimir