Cidadeverde.com
Geral

Caça às Bruxas: 5 são presos suspeitos de integrar rede de tráfico

Imprimir

Foram presos na manhã desta quarta-feira (31) cinco homens acusados de tráfico de drogas e associação ao tráfico, na zona Sul de Teresina. A Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE) informou que as prisões são fruto da operação "Caça às Bruxas", deflagrada hoje. As investigações levaram à prisão de mais integrantes de uma quadrilha, reponsáveis por toda uma cadeia de receptação e distribuição de drogas.

De acordo com o delegado Cadena Júnior, da DEPRE, a investigação durou cerca de oito meses e a operação é um desdobramento de outras prisões feitas no início do ano, de integrantes de uma quadrilha suspeita de tráfico. O delegado afirmou que os cinco presos de hoje são suspeitos de terem integrado a mesma quadrilha.

“Já havia essa investigação de tráfico de entorpecentes na zona Sul, em que foram presos alguns indivíduos no início deste ano e fazendo os desdobramentos da operação com a prisão de pequenos traficantes, nós começamos a ver quem transportava essa droga, quem vigiava, quem trazia de outro estado, quem era o principal traficante. Então, conseguimos identificar com indícios de provas, e a justiça decretou favorável ao Ministério Público e a Central de Inquéritos decretou a prisão e busca desses indivíduos”, 

Quatro foram detidos na zona Sul, no bairro Santa Fé, e a outra na zona Norte. Os seis mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pelo Dr. Luiz Moura, da Central de Inquéritos. A SSP-PI informa ainda que a Polícia Civil está em diligências para prender um sexto suspeito investigado na operação.

Os presos são Francisco Viana, o irmão dele, João Pedro Viana leão, Flávio Gleide Neres, o sobrinho dele, Marcos Aurélio Neres da silva e Robson Vieira de Oliveira, único preso na zona Norte, que era responsável por passar a droga para a zona Leste e foi detido em posse de cédulas de dinheiro falsas, de acordo com Cadena Júnior. 

Lyza Freitas (Com informações da TV Cidade Verde)
[email protected]

Imprimir