Cidadeverde.com
Economia

Alta temporada inicia e aeroporto de Teresina segue com restrição de voos

Imprimir

Imagem:Divulgação/Infraero

A alta temporada de voos chegou. Neste domingo (16), a Infraero informou que todos os seus aeroportos, incluindo o de Teresina, estão preparados para a grande movimentação desta época do ano, marcado pelas viagens de Natal e Réveillon. Mas é preciso ter atenção com os voos porque o Aeroporto de Teresina Senador Petrônio Portela, localizado na zona Norte, continua com a interdição total da pista em horários específicos da semana (veja tabela abaixo). A previsão para término da recuperação é no 31 de dezembro deste ano. 

Por causa dessa interdição total, alguns voos foram remarcados. De acordo com a Infraero, o período de tempo e os horários em especifico foram fechados em comum acordo com as companhias aéreas. O Cidadeverde.com recebeu a informação de que alguns clientes não estão conseguindo remarcar os voos para Teresina e receberam a opção de reembolso das passagens pagas sem ônus. Eles estão com passagens marcadas para passar o Natal no interior do Piauí, mas devido a interdição da pista e a alta temporada de voos estão com dificuldades para remarcação. 

Outro detalhe que merece atenção são as conexões com o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, que neste domingo registrou o terceiro dia consecutivo de atraso; o que alterou boa parte da programação das companhias aereas.  

Os atrasos ocorreram porque o aeroporto tenta normalizar o serviço, prejudicado em razão das fortes chuvas que atingiram São  Paulo na quinta-feira (13).  A expectativa é que os voos sejam regularizados nesta semana. 



Alta temporada 

A Infraero destacou que alta temporada ocorre entre os dias 17 de dezembro de 2018 e 07 de janeiro de 2019. 

"Os 45 terminais da empresa com voos comerciais regulares estimam receber cerca de 5 milhões de passageiros, entre embarques e desembarques. Este número é próximo ao movimento realizado entre 18/12/17 e 7/1/18, quando 5,06 milhões de pessoas chegaram e partiram nos mesmos terminais. Já o movimento de aeronaves deve ser de aproximadamente 42 mil pousos e decolagens no período. Na temporada passada, foram 42,7 mil chegadas e partidas", pontuou a Infraero. 

Em novembro, a empresa iniciou uma série de manutenções preventivas em seus aeroportos. Esse foi o caso de Teresina, que passa por correções dos pavimentos flexíveis da pista e das taxiways "A" e "B"; o investimento é de R$ 6 milhões.

A Infraero destacou que os aeroportos também passaram por manutenção preventivas nas esteiras de despacho e restituição de bagagens, sinalização de pista, pontes de embarque, escadas rolantes, raios-x e detectores de metal. "O monitoramento dos aeroportos também será reforçado com supervisores em todas as etapas de embarque e desembarque", acrescento a empresa. 

Revista Cidade Verde

A próxima edição da Revista Cidade Verde, que estará nas bancas no dia 23 de dezembro, traz uma reportagem especial sobre os cuidados essenciais que as pessoas precisam ter durante a viagem, seja nacional ou internacional.

Atenção com a bagagem, os documentos, em especial o passaporte,  e até mesmo com vacinas. A reportagem também traz uma série de dicas de como melhor se planejar financeiramente para garantir a tão desejada viagem. 

A interdição total da pista também foi destaque na Revista Cidade Verde, na edição 203, do dia 25 de novembro de 2018. 




Imagem: Pixabay

Convergência

Neste ano, "As operações nos aeroportos de Congonhas, Santos Dumont, Curitiba, Recife e Manaus serão coordenadas pelos Centros de Gerenciamento Aeroportuário (CGA) localizados nestes terminais. O objetivo acompanhar, em tempo real, o funcionamento das instalações e conceber e implantar medidas para melhorar o funcionamento destes terminais para passageiros e aeronaves nas 24 horas do dia", disse a Infraero. 

A empresa explica que "o CGA é composto por representantes da INFRAERO, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Polícia Federal, Receita Federal, Vigilância Sanitária, Vigilância Agropecuária e companhias aéreas".  

"Nos demais aeroportos, a coordenação é feita pelo Núcleo de Acompanhamento e Gestão Operacional (Nago). Localizado em Brasília, ele monitora todos os aeroportos da INFRAERO e alinha ações para assegurar que todas as etapas da operação de um aeroporto tenham fluidez e segurança", conclui. 
 

Aeroporto de Teresina

O Aeroporto de Teresina está em atividade há 51 anos. Atualmente, possui a capacidade para receber mais de dois milhões de passageiros por ano, com 45 operações regulares semanais, sendo a média por dia de 32 operações de pouso e decolagem.  A média diária é de aproximadamente três mil viajantes, já a mensal é de 66.775 passageiros.

 

Carlienne Carpaso
carlienne@cidadeverde.com 

Imprimir