Cidadeverde.com
Política

MDB questiona reforma e deputados têm pressa na divisão de cargos

Imprimir


Foto:Arquivo/CidadeVerde.com

Os deputados do MDB se reuniram na noite desta quarta-feira (21). Na pauta, o partido discutiu a renovação do diretório municipal, mas também, a reforma administrativa encaminhada à Assembleia Legislativa pelo governador Wellington Dias (PT).

O deputado João Madison falou do encontro e defendeu que o governador Wellington Dias (PT) inicie a divisão dos cargos.  “O governador já poderia começar a indicar. Ele já sabe o que vai ficar. Ele já pode indicar os espaços dos partidos. Os espaços do interior devem ser imediatamente discutidos com a base aliada. Isso é importante para tranquilizar quem votou no governador. Já conversei com líderes do governo para levar isso para o governador”, disse. 

Para o MDB, Wellington Dias precisa reavaliar questões como o fim da Fundação Hospitalar. Na gestão passada, a pasta era do partido e tinha como diretor o deputado Pablo Santos (MDB).

“Temos alguns problemas que precisam ser discutidos. Cito a questão do aumento dos servidores, se isso é constitucional ou não, vamos votar e depois ter problema. Discutimos ainda a questão da Fundação Hospitalar. Precisamos saber se a extinção é prejudicial ou não. Isso precisa ser visto. Não deveria ser extinta. O governador mandou a proposta e precisamos analisar com calma”.

O partido espera uma conversa com o governador. “Não podemos impor nada ao governador. Vamos esperar o que será dado ao partido e dentro dessa conversa vamos reunir a sigla e dialogar  para saber qual é a identidade de cada um e dentro desse leque de espaço que o governador deve mandar, vamos sentar e discutir. Só deverá ser discutido depois da reforma”, avaliou.

 

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com 

Imprimir