Cidadeverde.com
Geral

DHPP identifica terceiro suspeito em latrocínio de vigilante na zona Norte

Imprimir

Foto: Reprodução TV Cidade Verde

Vítima parou no semáforo quando teve a moto roubada e foi assassinado

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) identificou o terceiro suspeito de participação no latrocínio (roubo seguido de morte) do vigilante Evaldo Viana, 54 anos. A vítima foi assassinada na última sexta-feira (07) quando parou de madrugada em um semáforo na Rua João Isidoro França, no bairro Poti Velho, zona Norte de Teresina. 

"O caso está sendo investigado pela homicídios Norte I, tendo à frente o delegado Genival Vilela. A investigação está bem operacionalizada.  Já foram adotadas várias providências no sentido de garantir a valorização dos indícios coletados contra os autores materiais desse crime hediondo", disse o delegado Francisco Costa, o Baretta, coordenador do DHPP. 

Dois adolescentes suspeitos de participação foram apreendidos logo após o latrocínio. Segundo Baretta, eles relataram toda a dinâmica do crime. 

"Eles foram ouvidos na delegacia do menor infrator. Estamos fazendo diligências continuadas desde a ocorrência caracterizando ainda o estado flagrancial. Mesmo assim, já foram adotadas outras providências acauteladoras", disse Baretta acrescentando que o suspeito que está sendo procurado será indiciado também por corrupção de menores. 

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

"Aqui nós investigamos para prender e não prender para investigar. Isso eu não abro mão. O suspeito que está sendo procurado será indiciado também por corrupção de menor, crime previsto no ECA", conclui Baretta. 

A vítima era bastante conhecida e trabalhava também com equipamentos de som. Ele retornava da Santa Maria da Codipi quando foi assassinado. Evaldo Viana foi a segunda vítima de latrocínio na Capital na semana passada. 


Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Imprimir