Cidadeverde.com
Geral

Cadeirante tem fratura após cair em desembarque de ônibus eficiente

Imprimir

O presidente da Associação de Cadeirantes de Teresina (Ascamte), Wilson Gomes foi vítima de um acidente nessa segunda-feira (10) enquanto desembarcava de um ônibus de transporte eficiente, no Centro de Teresina. Em um vídeo gravado no hospital, Wilson afirma ter fraturado o cotovelo e um dos dedos das mãos. Na queda, o rosto do cadeirante colidiu com o chão.

Wilson se dirigia ao Centro de Teresina quando caiu no desembarque na Praça Rio Branco. “Quando fui descer a rampa simplesmente despencou comigo, chegando a cair e a bater mina cabeça, minha testa, enfim, meu rosto no chão, também cheguei a quebrar o meu cotovelo, parti ao meio e terei que fazer cirurgia e ser colocado uma platina”, disse em vídeo publicado nas redes sociais.

O diretor de transportes público da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Teresina (Strans), Francisco Nogueira, lamentou o ocorrido e afirmou que a empresa prestou os primeiros atendimentos a Wilson. Segundo ele, a prefeitura está investigando as causas do acidente e já adianta que a rampa do equipamento de desembarque não rompeu.

“A rampa não quebrou. A rampa continuou. A cadeira de rodas não caiu. Houve um solavanco que projetou o corpo do senhor Wilson para fora. O próprio motorista estava segurando a cadeira”, informou.

Se acordo com o diretor da Strans, o transporte voltou a operar ainda na tarde de ontem (10), pegou outros cadeirantes e não demonstrou nenhum problema.

Para Wilson Gomes, os problemas no transporte de pessoas com deficiência são correntes. “Infelizmente tive que sofrer esse acidente para provar mais uma vez o quanto está perigoso, o quanto não dá mais. Semana passada foram quatro carros quebrados, hoje foram três e isso acontece comigo”, denunciou.

O Ministério Público Estadual, por meio da promotora Marlúcia Evaristo, lançou nota nesta terça-feira (11) afirmando que vai abrir um inquérito para apurar o caso. O MP relembrou que ano passado ingressou com uma ação na Primeira Vara dos Feitos da Fazenda Pública solicitando a manutenção periódica do transporte eficiente, mas, segundo a nota, a justiça não chegou a apreciar o pedido.

Outro caso

Em maio deste ano, Wilson Gomes, gravou um vídeo denunciando a falta de acessibilidade nos banheiros da.Strans. Wilson chegou a urinar nas calças porque não conseguiu usar o banheiro no prédio.

Valmir Macêdo
redacao@cidadeverde.com

Imprimir