Cidadeverde.com
Geral

Adutora rompe, alaga casas e ruas na zona Norte; 16 bairros ficam sem água

Imprimir
  • lama3.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lama.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lama1.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lama2.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lama4.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lama5.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lama6.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lama7.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lama9.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com
  • lama10.jpg Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Ampliada às 10h17

"Era água demais, parecia o mar, até o barulho da água escorrendo". Esse é o relato da  vendedora Francisca Melo, uma das moradoras do Parque Brasil I, na zona Norte de Teresina. Parte do residencial ficou alagado após o rompimento de uma adutora na madrugada de hoje (08). 

A recicladora Francinete Pereira teve que quebrar o muro do quintal para que a água não se acumulasse no fundo da casa. 

"Estava dormindo e me assustei. Tenho problema de pressão alta. Graças a Deus meu filho estava em casa e quebrou o muro".

Os moradores não relatam prejuízos financeiros além da sujeira causada pela lama. Com a quebra da tubulação, a estrutura antiga da caixa causa receio entre os moradores. Rejane Fernandes, pequena comerciante da rua, teme pela segurança dos moradores e pede ajuda das autoridades.

"A Águas de Teresina tirou os vigilantes. Já arrancaram os portões e o lugar agora é esconderijo de moto roubada. A caixa tem rachaduras. A gente está assustado. Queremos que a prefeitura faça uma limpeza e veja se essa estrutura não corre risco de quebrar", pede a comerciante.

O Cidadeverde.com foi às caixas d'água e encontrou a estrutura sem portões. Não foi constatada nenhuma rachadura exposta, mas garrafas e preservativos usados dão indícios de abandono do local.

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Repleta de lama, a rua está com acesso dificultado. Os pedestres têm de se equilibrar no meio fio para não ficarem presos nos lamaçais. Passando pelo local, a moradora do bairro, Rita Lira, se surpreendeu com a quantidade de lama.

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

"Eu vi a água passando ontem pela avenida e não tinha entendido, pois não estava chovendo. Um perigo essa água pegar o povo enquanto estavam dormindo", disse.

O morador Antônio José Velos, aposentado por invalidez, também se assustou com a enxurrada. "Estava dormindo quando me acordaram e eu vi a lama dentro de casa". A água infiltrou pela parede e adentrou na casa do morador. 

Técnicos da Águas de Teresina estão no local reparando a tubulação. Segundo eles, a obra deve ser concluída até o meio dia. O fornecimento de água foi interrompido para o reparo.

 

Publicada às 8h12

O rompimento de uma adutora de médio porte no Parque Brasil, na zona Norte de Teresina, deixou casas e ruas alagadas na madrugada desta segunda-feira (08). Segundo Cleyson Jacomini, presidente da Águas de Teresina, a previsão é que o fornecimento seja restabelecido ao meio-dia. 

"Equipes estão trabalhando desde a madrugada. Quando acontece o rompimento em uma adutora desse porte é necessário o desligamento, pois é impossível fazer a manutenção com ela em operação. A partir do meio-dia, o fornecimento será restabelecido e gradativamente o abastecimento será regularizado", disse Jacomini. 

A tubulação antiga pode ser um dos motivos do rompimento. O presidente da Águas de Teresina cita caso semelhante como o que ocorreu na avenida Raul Lopes, na zona Leste de Teresina, no ano passado. Na época, a via ficou interditada para a substituição da rede de esgoto de aproximadamente 400 metros.

"Temos redes muito antigas [...] isso é uma constante. Nós já demonstramos que temos capacidade de resposta. Gera um desconforto, mas a população pode ficar tranquila. No Parque Brasil, as equipes estão tabalhando desde a madrugada", concluiu Cleyson Jacomini. 

Nota: 

A Águas de Teresina informa que equipes estão trabalhando na correção de vazamento em uma adutora no Parque Brasil. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos a partir das 14h de hoje.

Devido ao serviço, o abastecimento teve que ser interrompido momentâneamente nos seguintes bairros: 
Parque Brasil 1, 2 e 3, Jacinta Andrade, Residencial Francisca Trindade,  Parque Firmino Filho, Parque  Wall  Ferraz, Paulo de Tarso, Vila Asa Norte, Dilma Rousseff, Santa Maria da Codipi, Santa Maria das Vassouras, Santa Rosa, Monte Verde,  Monte Alegre e Jardins do Norte.

A previsão é de que o retorno gradativo do abastecimento ocorra a partir das 14h desta segunda-feira (8).


Graciane Sousa e Valmir Macêdo
gracianesousa@cidadeverde.com

Imprimir