Cidadeverde.com
Geral

Taxista é esfaqueado por casal de assaltantes durante corrida

Imprimir

Um taxista foi esfaqueado por criminosos que fingiram sem passageiros. O casal entrou no táxi na Avenida Barão de Gurguéia, nas proximidades de um supermercado, e solicitou corrida para um motel no bairro Lourival Parente, também na zona Sul de Teresina. 

O crime ocorreu na quinta-feira (31). Paulo Henrique Pereira, sócio e auxiliar administrativo da cooperativa de táxi, conta que o companheiro de profissão foi esfaqueado quando esboçou reação de descer do veículo. 

"Ele disse que já estava avistando o motel para onde eles pediram corrida quando, de repente,  anunciaram o assalto. Ele esboçou reação de descer do táxi e acabou caindo e batendo a cabeça no chão. Então, a mulher deu a primeira facada e depois os dois juntos o esfaquearam", conta Pereira. 

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Ele acredita que o taxista só não morreu porque a abordagem ocorreu próximo ao Complexo Esportivo Parentão e foi presenciado por várias pessoas.

"Quando as pessoas viram o que estava acontecendo e pegaram os dois. Se não fosse, ele teria morrido. A orientação que a gente repassa aos nossos taxistas é que entregue o carro, pois todos têm o botão do pânico e são rastreados. A categoria fica fragilizada porque não só os taxistas como a população em geral está apavorada com tanta violência", reitera um dos sócios da cooperativa. 

O taxista foi ferido nas costas, braços e pernas e já se recupera em casa. Ele tem em média 70 anos e também é um dos sócios da cooperativa. 


Graciane Sousa
[email protected]

Imprimir