Cidadeverde.com
Geral

Polícia aguarda laudo para concluir inquérito sobre radiologista baleado

Imprimir

O 9° Distrito Policial aguarda o laudo cadavérico do técnico em radiologia Rudson Vieira Batista, 32 anos, baleado na semana passada em uma casa de shows na zona Norte de Teresina. Hudson ficou internado por mais de cinco dias e morreu no sábado (7) em um hospital particular de Teresina.

“O inquérito aqui está praticamente concluso. Já ouvi as testemunhas que e solicitei exames periciais nos equipamentos que poderiam gravar as imagens no local do fato e hoje eu estou dependendo do laudo de exame cadavérico que vai ser expedido pelo IML uma vez que a vítima veio a falecer”, disse o delegado nesta segunda-feira (9).

Três pessoas que estavam no bar, dois seguranças e o dono do estabelecimento foram ouvidos. Com a morte do técnico, o inquérito passa a investigar um caso de homicídio. Um policial militar identificado como Max Kellysson Marques Marreiro é o principal suspeito de ter efetuado o disparo. Ele foi preso em flagrante e responde ao crime em liberdade.

Internado e consciente, Rudson chegou a gravar um áudio para familiares e amigos. “Estou me recuperando aos poucos, fé em Deus vai dar tudo certo. Logo lgo estamos juntos”, disse o técnico.

Segundo a polícia, o dono do bar relatou que o estabelecimento recebe muitos policiais militares que entram gratuitamente apresentando sua carteira de identificação. Em apenas um dia, a casa de shows chegou a receber 32 policiais com a chamada “carteirada”, o acesso sem pagar ingresso. 

Valmir Macêdo
[email protected]

Imprimir