Cidadeverde.com
Últimas

Advogado nega que cliente é "falso delegado" e afirma legalidade na função

Imprimir


O Conselho de Detetives Particulares contesta a prisão realizada na quarta-feira (12) pela Polícia Civil do Piauí, na qual um "falso delegado", segundo o Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), foi preso.

Em resposta, o advogado João Holneyker apresentou a defesa do preso e disse que essa afirmação não condiz com a realidade. Ele afirmou que o suspeito tem direito reconhecido por lei de ter o título de delegado. 

Holneyker explica que "houve um grande mal entendido e o delegado provavelmente desconhece a lei federal e a lei estadual que regem as atividades dos investigadores profissionais". Ele acrescenta que a repercussão negativa atingiu a imagem do Conselho. 

A defesa também afirma que a pessoa presa ontem "não é um falso delegado, tem a carteira do delegado, fez um curso de investigação de delegado".

"No nosso registro geral, no artigo 3º parágrafos segundo e terceiro, estabelece a função de delegado. Então, ele tem a carteira funcional, que está publicada no Diário da Justiça; é algo público ". 

 


Foto: Yasmim Cunha

 

 

Carlienne Carpaso
[email protected] 

Imprimir