Cidadeverde.com
Esporte

São Paulo empata com Coritiba e completa quatro jogos sem vitória

Imprimir

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

 

Coritiba e São Paulo empataram por 1 a 1, neste domingo (4), no estádio Couto Pereira, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor paulista teve dois gols anulados e não conseguiu furar o bloqueio formado pela equipe comandada por Jorginho. Os gols da partida foram marcados por Robson, para a equipe mandante, e Reinaldo, para os visitantes.

Com o empate, o Coritiba permanece na zona de rebaixamento, com 12 pontos. Já o São Paulo vai a 20 pontos e continua em queda na tabela de classificação. A equipe tricolor não vence no Brasileirão há quatro jogos, desde o dia 6 de setembro, contra o Fluminense.

O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira (7), contra o Atlético-GO, no estádio do Morumbi, às 20h30 (de Brasília). Já o Coritiba viaja a Porto Alegre, para enfrentar o Grêmio, também na quarta, na Arena do Grêmio, às 19h15.

A partida entre as duas equipes não teve muitos momentos vistosos. Um dos lances que se salvam é o gol marcado pelo atacante Robson, do Coritiba. Ele cobrou uma falta no ângulo, sem nenhuma chance de defesa para Tiago Volpi.

O pior foi Juanfran. A cobrança de falta no gol de Coritiba teve origem em um erro do espanhol. A infração foi marcada, porque o lateral falhou e teve que parar o contra-ataque Coxa branca.

O Coritiba entrou em campo com uma proposta clara: ficar com os onze jogadores no campo de defesa e explorar os espaços deixados pelo São Paulo no contra-ataque.

Quando a equipe mandante não tinha a posse da bola, a defesa ficava com uma linha de cinco atletas e apenas Robson e Gabriel pressionavam a saída de bola são-paulina, no campo de defesa.

Sem criatividade, o São Paulo abusou da bola aérea. A equipe de Fernando Diniz não conseguia triangulações e encontrou dificuldades para furar a retranca alviverde. Com isso, muitas bolas longas eram a solução para chegar ao ataque.

No momento que um atleta conseguia chegar a linha de fundo, ele não tinha opções na entra da área e quase sempre a bola era cruzada e afastada pela defesa do Coritiba sem dificuldades.

O São Paulo chegou ao empate aos 18 minutos do primeiro tempo, com Luciano - que aproveitou rebote após finalização de Pablo, mas o assistente Thiago Henrique Farinha apontou impedimento do camisa 9 e o VAR confirmou a irregularidade na jogada.

Na segunda etapa, o São Paulo marcou aos 14 minutos do segundo tempo, com Brenner no rebote de Wilson, mas mais uma vez na origem da jogada, a arbitragem marcou impedimento de Luciano, que finalizou a bola pela primeira vez e o goleiro do Coritiba fez a defesa.

A igualdade veio finalmente aos 24 minutos. em cobrança de pênalti. A infração foi marcada após Daniel Alves cobrar falta na entrada área e o volante Hugo Moura fazer um bloqueio com o braço. Reinaldo acertou o canto esquerdo e definiu o marcador.

CORITIBA
Wilson; Jonathan, Rodolfo Filemon, Sabino, William Matheus; Hugo Moura (Neilton), R. Martínez (Matheus Bueno), Matheus Sales, Guilherme Biro (Luiz Henrique), Gabriel (Pablo Thomaz); Robson. T.: Jorginho
SÃO PAULO
Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinicius), Diego Costa, Léo Pelé, Reinaldo; Tchê Tchê (Brenner), Daniel Alves, Igor Gomes (Toró), Gabriel Sara; Luciano (Trellez), Pablo (Vitor Bueno). T.: Fernando Diniz
Estádio: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Cartões amarelos: Robson e Hugo Moura (Coritiba); Juanfran, Luciano e Gabriel Sara (São Paulo)
Gols: Robson, aos 5min do primeiro tempo (Coritiba); Reinaldo, aos 24min do segundo tempo (São Paulo)

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir