Cidadeverde.com
Viver Bem

Pão francês não é o vilão da alimentação; veja orientações

Imprimir

Foto: Pixabay/ fotos gratis

O bom e velho pão francês é figura principal no café da manhã dos brasileiros. Muito conhecido como “pãozinho”, ele pode ser encontrado com outros nomes dependendo da região, como “média”, “cassetinho” e “pão de sal”. Quando vem acompanhado de uma manteiga ou quentinho na chapa, então... E vale a pena incluí-lo na dieta.

Indispensável para muitos, questionado por outros, este alimento não pode ser considerado como vilão da dieta. Afinal, é uma boa fonte de energia. Entretanto, assim como tudo na vida, exige moderação.

Orientação

Segundo especialistas, o pão pode e deve ser incluído na alimentação. Sua massa tem muitas fibras, vitaminas e minerais. Além disso, existem opções diferentes do tradicional. O integral, por exemplo, possui menos açúcar e carboidratos.

Ao contrário do que muita gente pensa, o pão não faz mal. Ele pode e deve ser incluído na dieta do dia a dia. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a recomendação diária de consumo de carboidratos é de 60%. Portanto, é só colocar o pão nesse total.

Uma boa opção para comer um pão mais saudável é prepará-lo em casa. Mas, se não tiver como, prefira os menos industrializados possíveis. Para não errar na quantidade, conte com a ajuda de um nutricionista para a construção de um cardápio equilibrado. Além disso, mantenha a prática constante de atividade física.

 

Estadão Conteúdo

Imprimir