Cidadeverde.com
Últimas

Após denúncias, secretária determina presença da Guarda Municipal em abrigos de venezuelanos

Imprimir
  • s5.jpg Romulo Piaulino/Semcom
  • s4.jpg Romulo Piaulino/Semcom
  • s3.jpg Romulo Piaulino/Semcom
  • s2.jpg Romulo Piaulino/Semcom
  • s1.jpg Romulo Piaulino/Semcom

 

A Secretaria de Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Eliana Lago, determinou a presença de viaturas da Guarda Municipal nos três abrigos para Venezuelanos em Teresina. Eliana  visitou neste domingo (03) os locais de permanência dos venezuelanos e ouviu demandas dos povos indígenas.

A secretaria explica que a determinação para a presença da guarda nos centros de acolhimento ocorre em virtude de denúncia de consumo de drogas ilícitas nos locais e até a presença de traficantes.

“Os abrigos são instituições municipais e queremos ter esse controle dos locais para garantir uma melhor assistência a esses povos  vulneráveis, a guarda municipal atuará para proteger e garantir a assistência a esses povos”, disse a secretária que também já discute a criação de projetos para inseri-los no mercado de trabalho", disse.

Os estrangeiros pedem condições de trabalho, como plantio para os homens e artesanato para as mulheres. Um dos venezuelanos Camilo Quinhones, que está alojado no antigo CSU do bairro Buenos Aires, zona norte, afirmou que no local não falta comida e nem os itens básicos de sobrevivência.

“Aqui estamos bem assistidos, temos comida, coleta de lixo, só pedimos trabalho para homens e mulheres”, disse Camilo. 

 

Lídia Brito
Com informações da Ascom

Imprimir