Cidadeverde.com
Últimas

Jovem é morto e outro é baleado após festa próximo de posto de combustíveis

Imprimir

Atualizada às 15h25

Foto: divulgação GCM

O segundo jovem baleado nas proximidades de um posto de combustíveis no conhecido "balão do São Cristóvão, na zona Leste de Teresina, morreu no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e um terceiro permanece internado. As vítimas não tiveram os nomes confirmados e estariam em uma festa próximo ao posto de combustível onde houve uma discussão. 

A Guarda Civil Municipal de Teresina foi acionada no início da manhã deste domingo (10), por uma pessoa que passava pela rua e viu o corpo da primeira vítima em uma rua ao lado do cemitério São Judas Tadeu. O local foi isolado.

O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

 

Publicada às 9h23

Foto enviada via whatsapp 

Um jovem, que ainda não foi identificado, morreu após ter sido atingido por um disparo de arma de fogo nas proximidades de um posto de gasolina localizado no bairro São Cristovão, zona leste de Teresina. O crime aconteceu por volta das 5h da manhã deste domingo. 

De acordo com informações do tenente Quixaba, do 8º Batalhão da Polícia Militar, após ser atingida nas costas, a vítima ainda tentou correr, mas acabou caindo metros depois, na calçada lateral do cemitério São Judas Tadeu. 

O local foi isolado pela Polícia Militar até a chegada das equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e do Instituto de Medicina Legal, que fez o recolhimento do corpo. 

Uma outra vítima, também não identificada, chegou a ser atingida pelos disparos de arma de fogo nas proximidades do posto de combustível. De acordo com a Polícia, populares que estavam no local prestaram socorro e a levaram para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Ainda não há informações sobre o estado de saúde. 

A Polícia ainda não sabe as circunstâncias em que o crime aconteceu. A suspeita é que as duas vítimas tenham se desentendido e participado de uma discussão com outras pessoas que estavam no local. 

O caso vai ser investigado pelo DHPP.

 

Natanael Souza e Graciane Sousa
[email protected] 

Imprimir