Cidadeverde.com
Esporte

Fora de casa, Picos perde para Tocantinópolis pela Pré Série D do Brasileiro

Imprimir

Foto: Mycujoo

A equipe do Picos entrou em campo no começo da tarde desta quarta-feira (26) para enfrentar o Tocantinópolis-TO pela Pré Série D do Brasileiro. No jogo de ida que aconteceu no estado do Tocantins o time saiu de campo com uma derrota por 2 a 0, com gols de Marcinho e Sávio para os donos da casa. Com o resultado, a SEP vai precisar correr atrás do prejuízo no jogo da volta que acontece no próximo domingo (30) no estádio Helvídio Nunes, na cidade do Mel. 

O primeiro tempo foi de poucas oportunidades, mas quem conseguiu ser um pouco mais ofensivo e chegar até o gol foram os donos da casa. Apesar disso, os primeiros 45 minutos se encerraram em um empate sem gols. 0 a 0, no estádio João Ribeiro, em Tocantins. 

Na segunda etapa saíram os gols. O primeiro deles logo aos oito minutos, com o Camisa 2 Marcinho aproveitando erro de passe de Idevan. O Tocantinópolis arma contra ataque rápido e com boa troca de passes chega ao gol dos piauienses. O Picos seguia se defendendo e também dando espaços ao rival que chegou a assustar outras vezes, mas pecava no último passe. 

Aos 41 da segunda etapa o time tocantinense amplia o placar após cruzamento na área em que o goleiro faz a defesa, mas dá a sobra e Sávio da apenas um toquinho para empurrar a bola para dentro do gol. 

Com o placar adverso, o Picos vai precisar vencer o segundo jogo por pelo menos dois gols para levar a definição da vaga para os pênaltis. Se ganhar por mais gols de diferença se garante na fase de grupos da Série D 2021. O Zangão vive um ano catastrófico em campo e foi rebaixado para Série B do Piauiense após somente dois de retorno a elite. O time comandado por Reginaldo França teve perdeu várias peças após o Estadual e não apostou em contratações devido ao risco de não ter mais calendário, apenas as duas partidas. 

O jogo de volta entre Picos x Tocantinópolis acontece na próxima quarta-feira (2), às 16h, no Helvídio Nunes, em Picos. 

 

 

 

Pâmella Maranhão 
[email protected]

 

Imprimir