Cidadeverde.com
Esporte

Técnico desabafa, após time enfrentar 80 horas de van para disputar Brasileiro Júnior feminino

Imprimir

Foto: Divulgação Clube Júlia nunes

 

Clube Júlia Nunes representou o estado do Piauí no Campeonato Brasileiro de handebol Júnior feminino, que aconteceu na última semana, em Sorocaba-SP. As piauienses precisaram passar por uma verdadeira odisseia para conseguir disputar o torneio e enfrentaram mais de 80 horas de van para chegar até a cidade do interior de São Paulo. Após seis jogos o time terminou sua participação em sétimo lugar, penúltima colocação, entre as oito equipes que disputam a competição nacional. 

“Fomos jogar o Brasileiro Júnior sem uma condição financeira adequada. Tivemos que fretar uma van e as meninas pediram pix dos amigos e para elas conseguirem dar uma entrada na locação da van pelo valor de quatro mil reais. Viajaram 49 horas e chegaram desgastadas, algumas delas não conseguiram nem andar direito e foi preciso fazer um trabalho de liberação horas antes de entrar em quadra”, narrou o técnico Paulo Caldeirão. 

De acordo com o técnico ainda existe uma dívida da viagem, pois foi dada apenas uma entrada referente ao valor da locação da van. A equipe aguarda o Governo do Estado fazer o pagamento completo em que o valor final deve ser depositado na conta da própria escola. O retorno as competições nacionais nos esportes olímpicos do Piauí vêm sendo bastante delicado e falta de apoio ou qualquer suporte financeiro que antes já acontecia agora está mais evidente. 

Essa competição foi a primeira na categoria após a pausa no calendário das competições devido a pandemia de Covid-19. A competição envolveu atletas nascidas a partir dos anos 2000, mas o grupo de atletas piauienses eram bem mais novas – nascidas de 2003 e 2004.
 
“Aqui no Piauí nós estamos sem jogos nesta categoria, pois temos apenas o meu time (Júlia Nunes) e para nos fortalecer precisamos jogar contra meninos. Tivemos um resultado ruim no geral, mas alguns atletas ganharam experiencia, foram vistas e foram chamadas para jogar no sul do país e lá elas irão ter oportunidade de fazer uma gama maior de competições e dar uma rodagem grande”, disse Paulo Caldeirão, técnico da equipe Júnior. 

A equipe piauiense conseguiu vencer somente o último jogo diante o time de Alagoas. O campeão da competição foi a tradicional equipe do Pinheiros (SP) e Português/Aeso (PE) em segundo. 

As piauienses agora se preparam para disputar o Campeonato Brasileiro de Clubes Júnior que está previsto para acontecer no mês de outubro, no Rio de Janeiro. 

Pâmella Maranhão
[email protected]

Imprimir