Cidadeverde.com
Geral

HGV tem mais de 4 mil pacientes na fila de espera por cirurgias

Imprimir

 

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) registra nos últimos meses constantes aumentos no número de pacientes esperando por procedimentos cirúrgicos. No mês de agosto, a fila de espera era de aproximadamente 4300 pessoas, número que já subiu para 4677 em setembro, segundo dados da direção geral do hospital.

Para o diretor do HGV, Osvaldo Mendes, diversos fatores explicam a maior procura pelos procedimentos na unidade, entre eles a queda de casos de covid-19. 

“O fato é que, com a diminuição dos casos de covid, muitos pacientes que estavam aguardando em casa começaram a volta às consultas. Uma coisa curiosa é que a covid trouxe uma mudança na sociedade. Muitas pessoas ficaram sem poder pagar seus planos de saúde e estão recorrendo ao HGV. O Getúlio Vargas atende os pacientes de alta complexidade de 214 municípios do Piauí, para não falar dos estados vizinhos. A gente está notando que, à medida que as coisas vão se acalmando em relação à covid, as pessoas estão vindo mais ao ambulatório”, avaliou o diretor. 

Apesar da fila com mais de 4 mil pacientes esperando por procedimentos cirúrgicos, o diretor do HGV ressalta que o tempo de espera depende da especialidade procurada. “Dependendo da especialidade, ele vai ter uma colocação nessas filas. Claro que se uma pessoa tiver uma situação emergencial e o médico dele disse que ele tem que passar na frente, ele passa na frente. Mas a gente faz uma condição de modo que ninguém passe na frente”, destacou. 

Ainda segundo a direção do HVG, são realizados em média 1200 cirurgias por mês no hospital. 

 

 


Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir