Cidadeverde.com
Cidades

Incêndio que iniciou há 21 dias ameaça povoados na zona Rural de Curimatá

Imprimir

Fotos enviadas ao Cidadeverde.com

Um incêndio que começou no dia 15 de setembro continua a ameaçar povoados na zona Rural de Curimatá, a 775 km ao Sul de Teresina. As chamas iniciaram no povoado Lagoas, no limite com o município de Avelino Lopes, a 30 km de Curimatá, e já se aproximam da sede do município.

O prefeito de Curimatá, Valdecir Rodrigues Junior (PP), informou ao Cidadeverde.com que acionou o governador Wellington Dias (PT) para que envie equipes do Corpo de Bombeiros. 

“As duas equipes que estavam aqui elas foram positivadas para a Covid e regressaram às suas cidades. Estamos usando caminhões pipas que não tem a impulsão, não é um carro para apagar incêndio. Você termina tendo uma despesa alta para pouco resultado. Precisamos de uma equipe do Corpo de Bombeiros”, disse o gestor.

De acordo com o prefeito, o fogo já passou pelos povoados Baixão do Riacho, Pracata Queimada, Espinhos, Caraíbas e Campo Alegre.

“O fogo se aproxima da zona urbana. Pega propriedades com muito capim. Temos riscos de termos casas e povoados sendo destruídos. Estamos vendo agora a questão de vidas humanas. O vento está muito forte. O fogo está a 13 km e no vento que está aqui, na baixa umidade e alta temperatura, isso facilita a propagação”, afirmou Valdecir.

Em setembro, a PI-255, que liga Curimatá a Avelino Lopes, chegou a ser interditada por conta das chamas e da forte cortina de fumaça.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir