Cidadeverde.com
Geral

Corregedoria da PM e DHPP investigam morte de homem com deficiência em ação policial no PI

Imprimir

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

A corregedoria da Polícia Militar do Piauí instaurou um inquérito para investigar uma ação policial que resultou na morte de um homem no município de Avelino Lopes, distante 819 quilômetros de Teresina.

O caso aconteceu na última segunda-feira (18), quando policiais foram acionados para tentar conter a vítima, que seria deficiente intelectual.

O DHPP também estará designando uma equipe para apurar o caso. A equipe deverá ir ao município para assumir a investigação que foi iniciada pela delegacia de Curimatá. 

“Os policiais militares teriam feito o esforço no sentido de dominá-lo, inclusive usaram alguns artefatos para que tirasse ele de combate no momento.  Segundo consta, houve disparos de bala de borracha, mas não temos essa informação verídica, a gente vai ver através dos depoimentos e também do laudo policial”, explica o coordenador do DHPP, delegado Francisco Baretta.

Ainda segundo o coordenador do Departamento, o homem foi atingido com um disparo na cabeça e o DHPP irá investigar se houve excesso por parte dos policiais envolvidos na ocorrência.

“Vamos verificar se esses policiais agiram em legítima defesa, se agiram em estrito cumprimento do dever legal ou se houve um excesso”, destaca o coordenador.

Confira nota da Polícia Militar: 

Quando existe este tipo de resultado em uma ação policial, é previsto em lei que sejam apuradas as circunstâncias que envolveram o fato. Portanto, a PMPI já instaurou competente inquérito policial, para verificar a licitude e as circunstâncias do ato.

Rebeca Lima com informações Tiago Melo - TV Cidade Verde 
[email protected]

Imprimir