Cidadeverde.com
Últimas

"Não é o momento", diz CRM em nota contra festas de fim de ano e Carnaval no Piauí

Imprimir

 Foto: Divulgação CRM-PI


 
O Conselho Regional de Medicina (CRM) do Piauí emitiu uma nota, nesta sexta-feira (26/11), se posicionando contrário a realização das festas de fim de ano e ao Carnaval 2022 no estado.
 
De acordo com o médico Dagoberto Barros da Silveira, presidente do CRM-PI, a nota é um alerta direcionado, principalmente, para as autoridades no Piauí.
 
"Novas variantes têm surgido e vamos falar em flexibilizar festas? Prestem atenção, escutem os médicos e não flexibilizem. Esse não é o momento", disse o presidente do CRM-PI à reportagem.  

Leia tambémPiauí se prepara para evitar entrada da nova variante ômicron no estado
 
O médico Dagoberto Barros destacou que a diretoria do CRM-PI tem visitado municípios no interior do estado e constatado uma triste realidade.
 
"Somos nós que convivemos com os pacientes, arriscamos as nossas vidas para salvar a deles. O que temos visto [de aglomeração e desrespeito às medidas restritivas] não é coisa boa. Imagina como será no fim de ano e no Carnaval?", indaga o médico.

Confira a nota

 


 
FLEXIBILIZAÇÃO
 
O Governo do Piauí autorizou eventos com até 1 mil pessoas em ambientes abertos, desde que os participantes comprovem que estão vacinados ou tenham testado negativo para Covid-19.
 
O governador Wellington Dias chegou a afirmar em outra oportunidade que deseja assinar um decreto para que os piauienses tenham um Natal sem máscaras. Contudo, o item de proteção facil continua sendo obrigatório no estado.
 
Até o momento, apenas a diretoria do bloco Sanatório Geral suspendeu as atividades durante o Carnaval 2022 devido à pandemia.
 
 

Nataniel Lima
[email protected]
 

 

Imprimir