Cidadeverde.com
Geral

Escolas particulares defendem aulas totalmente presenciais em 2022

Imprimir

O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Piauí (Sinepe), que representa as escolas da rede privada, voltou a defender que, em 2022, as aulas aconteçam de forma totalmente presencial. Os representantes das escolas defendem que o protocolo estabelecido pelo Comitê de Operações Emergenciais (COE) precisa ser atualizado para se adequar ao atual cenário da pandemia. 

De acordo com o vice-presidente do Sinepe, Marcelo Siqueira, as definições sobre o formato a ser adotado no novo ano letivo devem ser anunciadas ainda esta semana. 

“A gente ainda não sabe como vai ser. Houve uma reunião com o COE e acreditamos que essa semana sai uma decisão. Acreditamos que deve haver uma mudança nesse protocolo.  Esse protocolo que a gente vem cumprindo atualmente é um protocolo antigo, que está engessado.  Nós já provamos que conseguimos cumprir o protocolo. Tivemos pouquíssimos casos de Covid no segundo semestre. Provamos que sabemos cumprir o protocolo e o que funciona”, destacou.  

Ainda na avaliação do vice-presidente do Sinepe, a vacinação de adolescentes, já iniciada, e de crianças de 5 a 11 anos, que deve começar ainda esse mês, são fatores que podem contribuir para a o retorno 100% presencial das atividades. 

“Isso traz uma segurança maior para os pais, professores e todos os funcionários da escola. A vacina vai trazer essa segurança”, avaliou Marcelo Siqueira. 

 

Natanael Souza
[email protected] 

Imprimir