Cidadeverde.com
Geral

Táxi-lotação entrará em vigor em Teresina com passagem máxima de R$ 9

Imprimir

Foto: Arquivo Cidadeverde.com 

 

A Strans (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito) definiu uma tabela de preços para o funcionamento do táxi-lotação em Teresina, que deverá  circular nos próximos dias na cidade. O novo serviço, que entrará em vigor após publicação da portaria, terá como passagem mínima R$ 4,00 e máxima de R$ 9,00. 

Um dos entraves para o funcionamento o táxi-lotação era o valor da passagem, que chegaram a um acordo, além de impasse sobre a fiscalização via GPS. 

O portal Cidadeverde.com obteve informação que tarifa inicial é R$ 4  para até 6 km percorridos. Após esses 6 km, será acrescido R$ 1 a cada 4 km a mais. O valor máximo que será cobrado nos táxis-lotação será de R$ 9. 

A Strans fez um estudo para fechar a tabela de preços e levou em consideração as áreas de Teresina e os trechos percorridos. A tabela e percurso  foram discutidos com o Sindicato dos Taxistas. 

A portaria está sendo elaborada e será encaminhada para a Procuradoria Geral do Municipal para então ser publicada pelo prefeito Dr. Pessoa. 

"Era para ter iniciado, mas alguns trâmites na Strans resultaram nessa demora. Já estamos inclusive com as faixas que serão postas nos táxis. Falta mesmo só o superintendente da Strans assinar e publicar a portaria. Já estamos com quase tudo pronto e o início vai ser imediato", destacou o presidente do Sindicato dos Taxistas, Neilton Andrade.

Fiscalização

Segundo o presidente do Sindicato, a Strans abriu mão do GPS temporariamente e fará o monitoramento através de fiscalização. Esse tinha sido um dos entraves entre a entidade sindical e a Strans. 

O projeto piloto táxi-lotação foi anunciado em Teresina há duas semanas pela Strans. Ele é um projeto do vereador  Leonardo Eulálio, mas que precisou ser implantado em caráter de urgência devido à greve no transporte público que está no seu 16º dia. 

O valor que será cobrado no táxi-lotação será superior à tarifa dos coletivos em Teresina e pode variar de acordo com o itinerário do usuário do transporte público. 

"Vamos calcular por área de distância. Por exemplo, o passageiro entra na Praça Saraiva com destino ao Promorar. Ele deve pagar de seis a R$ 7. Da Praça Saraiva para o Porto Alegre, de R$ 7 a R$ 8 cada passageiro", explicou Neilton Andrade. 

Como os táxis não operam com o sistema de bilhetagem eletrônica, o usuário do transporte público que desejar pegar uma corrida com os veículos cadastrados no táxi-lotação precisará pagar em dinheiro. 

"Pode ser através do pix ou cartão de débito e crédito. Alguns motoristas têm máquinas que permitem esse pagamento", acrescentou o presidente do Sindicato dos Taxistas. 

Os táxis-lotação circularão nas linhas onde os ônibus transitam e os passageiros deverão embarcar apenas nas paradas de ônibus.

Ao Cidadeverde.com, Neilton Andrade afirmou que esteve com o superintendente da Strans nesta terça-feira (05) e que ele está aguardando os auxiliares para publicar a portaria autorizando a circulação dos táxis-lotação.

 

Nataniel Lima e Yala Sena
[email protected] 

Imprimir