Cidadeverde.com
Esporte

Agente de Paulo Sousa ataca Jorge Jesus: 'Falta de respeito e profissionalismo'

Imprimir

A tentativa de Jorge Jesus de voltar ao Flamengo gerou uma resposta forte por parte do empresário de Paulo Sousa, atual treinador do time carioca. Em comunicado, Hugo Cajuda classificou o episódio de "vergonhoso" e atacou o ex-técnico do Fla: "falta de ética, falta de respeito e falta de profissionalismo".

"Sem surpresa assistimos a mais um momento deplorável, de alguém que só estando perturbado e desesperado pode revelar tamanha falta de ética, falta de respeito e falta de profissionalismo.

Apesar do seu largo histórico, a referida pessoa consegue subir muitos patamares em mais um episódio vergonhoso", iniciou Hugo Cajuda, que também disse que Jorge Jesus demonstra desrespeito ao Flamengo.

"Esta é a continuidade do 'eu' sempre a sobrepor-se ao 'nós', do uso da pandemia, um tema tão grave, para justificar desastres, como o que aconteceu no Benfica, ou como justificativa para abandonar o Flamengo poucos dias após renovar e num momento delicado para o clube", comentou.

Cajuda lembrou da passagem frustrada de Jesus pelo Benfica após sair do Flamengo. "As explicações e as desculpas deveriam ser dadas aos benfiquistas por terem visto ser gastos 150 milhões de euros para conquistarem zero títulos.

A referida pessoa revela total ausência de sentimentos para com a instituição Flamengo, ao contrário do que apregoa, porque a tentativa de desestabilizar um clube 'amigo' desta forma é inaceitável", escreveu o agente.

Em conclusão à sua manifestação, Cajuda também expressa que a ação de Jorge Jesus com um compatriota é um ataque "à classe dos treinadores, à ética e à dignidade" e relata ter sido procurado por outros profissionais que se solidarizam com Paulo Sousa.

Mais cedo, Jesus declarou que pretendia voltar ao time no qual brilhou como treinador em 2019. "Quero voltar, sim. Mas não depende só de mim.

Posso esperar até pelo menos o dia 20. Depois disso, tenho de decidir a minha vida profissional", revelou o treinador ao colunista Renato Maurício Prado, do UOL.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir