Cidadeverde.com
Esporte

Barcelona vê concorrência e trabalha para tirar Danilo do Palmeiras em 2023

Imprimir

O Barcelona tem interesse na contratação do volante Danilo, mas já sabe que não será fácil tirá-lo do Palmeiras. Segundo apurou o UOL Esporte, o clube catalão intensificou observações técnicas e abriu conversas em diversas frentes nas últimas semanas para cercar o jogador de 21 anos e seu estafe e afastar outros possíveis interessados.

Foto - Cesar Greco - Palmeiras

O clube europeu se mostrou disposto até mesmo a aceitar uma condição imposta pela diretoria palmeirense sobre o futuro de Danilo: que ele não deixe o Brasil antes do fim de 2022. O Barcelona topa esperar até ano que vem, mas deseja começar e até encaminhar as negociações a partir de agora.

O que faz o Barça agilizar o processo é a informação colhida nos bastidores de que Danilo será alvo de uma proposta do Monaco ainda nesta janela de transferências, que tem mais 50 dias de duração. 

O clube que disputa o Campeonato Francês vendeu recentemente os direitos do volante Aurélien Tchouaméni ao Real Madrid por mais de R$ 400 milhões e busca reposição.

O brasileiro é um dos nomes no radar. O Olympique de Marselha e o West Ham também são clubes que já sinalizaram interesse.

Com medo de perder a oportunidade de contratar um dos brasileiros mais promissores dos últimos anos, o Barcelona decidiu abrir conversas com o Palmeiras e os representantes de Danilo. 

O jogador tem multa rescisória de 100 milhões de euros (R$ 545 milhões), mas a avaliação interna é de que uma proposta em torno de 35 milhões de euros (R$ 190 milhões) pode convencer, enquanto o Barça pensa em algo próximo de 25 milhões de euros (R$ 136 milhões).

Danilo tem contrato até dezembro de 2026 com o Palmeiras, que é dono de 80% dos direitos econômicos. Os outros 20% pertencem a um antigo investidor e empresário que ajudou o atleta no começo da carreira.

Nas primeiras conversas, o Barcelona sentiu o Palmeiras irredutível sobre fazer negócio nesta janela de transferências. A manifestação clara da presidente do clube, Leila Pereira, é que deseja brigar por títulos no segundo semestre e Danilo é fundamental no projeto.

Além disso, o clube brasileiro imagina a possibilidade de valorização do volante se continuar sendo convocado para a seleção brasileira. 

Tite chamou Danilo para os amistosos contra Coreia do Sul e Japão em junho e, mesmo sem que ele tenha entrado em campo, a avaliação foi positiva, o que pode render novas convocações no futuro e até uma chance de que o palmeirense esteja na Copa do Mundo do Qatar entre os nomes chamados. Isso aumentaria o valor de mercado do jogador e já deixa o Palmeiras atento.

XAVI DESCARTOU 'LENTIDÃO'

O Barcelona concluiu quatro relatórios de análise de desempenho sobre Danilo antes de decidir investir na contratação, segundo ouviu o UOL.

O mais recente foi finalizado em junho, quando o clube enviou o observador José Manuel Barla García para acompanhar presencialmente jogos do Palmeiras no Campeonato Brasileiro contra Atlético-GO e São Paulo.

Não foram exibições de gala de Danilo, mas serviram para tirar dúvidas da comissão técnica do Barcelona sobre ele. Xavi, técnico da equipe catalã, teve a impressão via vídeos de que Danilo era lento, pouco dinâmico, e por isso podia sofrer na Europa.

A observação presencial de jogos descartou esse apontamento e agora Xavi torce pelo sucesso da negociação.

O scout do Barcelona também aproveitou a viagem ao Brasil para observar o zagueiro Kaiky e o volante Andrey Santos, jogadores do Santos e do Vasco, respectivamente, a serviço da seleção brasileira sub-20 em torneio disputado no Espírito Santo.

Kaiky, aliás, está prestes a ser negociado com os espanhóis do Almeria - o Barça tem a preferência de compra, mas ainda não se manifestou se cobrirá a oferta.

A visita do representante do Barcelona serviu para observação de outros jogos de categorias de base em São Paulo, além de contatos para agendas futuras. 

O clube catalão recentemente nomeou Deco como representante de negócios na América do Sul e a ideia do ex-jogador é intensificar esses movimentos, mostrar o clube para o mercado como boa opção para jogadores brasileiros.

Deco foi peça importante para o Barça tirar o meia-atacante Raphinha do Leeds por 70 milhões de euros (aproximadamente R$ 380 milhões).

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir