Cidadeverde.com
Últimas

Shia LaBeouf admite ter sido abusivo com ex-namorada FKA Twigs: 'Machuquei essa mulher'

Imprimir

Foto: Agnews 

Shia LaBeouf, 36, abriu o jogo sobre as acusações de abuso físico e verbal feitas pela cantora FKA Twigs, 34, com quem ele se relacionou no passado. A artista entrou com uma ação judicial contra o ex-namorado em 2020, o que fez com que a carreira dele desandasse em Hollywood.

"Eu machuquei essa mulher", afirmou LaBeouf no podcast Real Ones, ao ser perguntado sobre as acusações. "E nesse processo, eu machuquei muitas outras pessoas, além de outras pessoas antes dessa mulher. Eu era uma pessoa que só buscava o prazer, egoísta, egocêntrico, desonesto, imprudente, um ser humano medroso."

O ator namorou a cantora por cerca de um ano, após eles se conhecerem nas gravações do filme "O Preço do Talento" (2019). Depois desse período, ela o acusou de ser violento e de infectá-la com doenças sexualmente transmissíveis, e também de atirar em cachorros durante a preparação para o filme "O Cobrador de Impostos" (2020).

"Olho para esse contexto do movimento #MeToo e percebo que não tem muitos caras assumindo as próprias responsabilidades", disse. "Eu fiz muita merda. Imensamente. Machuquei muita gente e tenho noção disso. É algo que vou ter que levar para o resto da vida."

Ele também revelou que traiu todas as mulheres com quem já esteve e que foi "manipulador" ao não contar às parceiras sexuais quando estava com herpes. Atualmente, ele disse estar em outro momento de vida e afirmou, sem citar o nome dela, chamou FKA Twigs de "santa" e disse que ela salvou a vida dele.

"Se ela não tivesse intervindo na minha vida e criado o espaço para que o meu ego morresse, eu estaria tendo uma existência medíocre ou morrido", avalia. O ator contou ainda que chegou a pensar em tirar a própria vida quando o assunto veio a público. "Eu carreguei uma arma e deixei na minha mesa", lembrou. "Eu ia me matar."

 

Fonte: Folhapress

 

Imprimir