Cidadeverde.com
Geral

Familiares de Vanessa Carvalho pedem condenação de Pablo Campos

Imprimir
  • vanessa_carvalho_julgamento_1.jpg Renato Andrade/Cidadeverde
  • mãe_vanesa11.jpg Renato Andrade/Cidadeverde
  • pai_vanessas_11.jpg Renato Andrade/Cidadeverde
  • julagemnto_vanessa.jpg Renato Andrade/Cidadeverde
  • mae_da_vaas.jpg Renato Andrade/Cidadeverde

Acontece nessa terça-feira (30) o julgamento de Pablo Henrique Campos Santos, acusado de feminicídio contra Vanessa Carvalho e feminicídio tentado contra a então namorada, Anuxa Alencar. O caso aconteceu em setembro de 2019, quando as amigas Vanessa e Anuxa foram atropeladas no momento em que saiam de uma festa de casamento, na zona Leste de Teresina.

O julgamento será comandando pela juíza Maria Zilnar Coutinho Leal, da 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina.

No último dia 22 de junho a família de Vanessa realizou uma manifestação pedindo celeridade no caso e que fosse marcada a data do julgamento. Em decisão do dia  8 de julho, a juíza Maria Zilnar marcou a data para esta terça-feira.

O pai de Vanessa Carvalho, Edson Carvalho, decidiu não acompanhar o julgamento de Pablo Campos presencialmente. Porém, esteve na frente do Fórum com um grupo de amigos, familiares e defensores do direito das mulheres com cartazes que pedem a pena máxima para o acusado. 

Edson Carvalho explicou ao Cidadeverde.com que não conhece Pablo pessoalmente, e que não queria vê-lo hoje. O pai de Vanessa prefere ir para casa e aguardar o resultado do julgamento enquanto pede a Deus que a justiça seja feita. 

“Para um pai olhar para um monstro desse e ver que tirou a vida de sua filha, tirou a alegria de uma casa. Eu tenho certeza que eu não ia me conter lá dentro não. Prefiro me resguardar e esperar que a Justiça faça o trabalho dela”, destacou Edson Carvalho.

Foto: Arquivo pessoal

O pai de Vanessa espera que Pablo pegue a pena máxima, não só pelo crime que cometeu contra a filha, mas pelo risco que, segundo Edson Carvalho, Pablo representa para a sociedade. 

“A gente espera pena máxima. Se tivesse trezentos anos a gente queria mais. Eu tenho certeza que a sociedade não quer uma pessoa dessa no convívio. Uma pessoa dessa em liberdade coloca em risco nossos filhos”, destacou Edson Carvalho.

Vania Carvalho, mãe de Vanessa Carvalho, também está no Fórum para acompanhar o julgamento. Ela foi ao local com a imagem de Nossa Senhora nas mãos e um terço na outra.  “Eu quero pena máxima porque ele cometeu um homicídio e mais uma tentativa. Ele tem que apodrecer na cadeia. Não foi acidente. Lugar de bandido é na cadeia”, lamentou Vania Carvalho.

O crime

O crime ocorreu no dia 29 de setembro de 2019. Segundo a denúncia, eles estavam em uma festa, quando ocorreu uma discussão entre Anuxa e o namorado Pablo Campos. Ele saiu do local, e foi para o carro.

Quando Anuxa saiu do local com a amiga Vanessa Carvalho, de 27 anos, Pablo Campos pegou o carro e atropelou as duas. Vanessa não resistiu aos ferimentos e morreu. Já Anuxa foi encaminhada ao hospital em estado grave, e conseguiu sobreviver

Com sinais de embriaguez, Pablo Campos foi preso em casa horas após o atropelamento. 

 

Bárbara Rodrigues e Nataniel Lima
[email protected]

Imprimir