Cidadeverde.com
Geral

Tecnologia permite pessoas surdas “sentirem” show de Whindersson Nunes no GiraSol

Imprimir

Fotos: Breno Moreno

Um grupo de oito pessoas surdas viveu uma nova experiência musical durante o show de Lil Whind, projeto autoral de trap do piauiense Whindersson Nunes, durante a segunda noite do Festival GiraSol neste domingo (18).

Durante a apresentação do artista, os selecionados usaram uma tecnologia chamada MR, desenvolvida pela pela startup piauiense TRON. A empresa, que desenvolve ações de robótica em escolas, tem Whindersson Nunes como um dos seus sócios.

“Essa tecnologia transmite vibrações para a pessoa surda e ela consegue sentir em três pontos do corpo as ondas sonoras vibrando. Elas saem da experiência de apenas ver a tradução em libras e também conseguem sentir e até perceber o balanço da música com o dispositivo no corpo”, explicou Laís Pinho, chefe de comunicação da empresa.

Esse é o segundo teste do dispositivo no Piauí. O primeiro aconteceu durante a última apresentação do humorista no estádio Albertão, na capital piauiense.  A tecnologia também foi usada no show que Lil Whind fez no Rock in Rio.

As pessoas equipadas com o dispositivos acompanharam o show próximo ao palco GiraSol. “Hoje é o nosso maior teste. Estamos com oito pessoas surdas fazendo o teste próximo ao palco, sentindo a música e o show do Whindersson”, destacou Laís.

Veja mais: 

Acácia abre shows do palco BR-Ó-BRO e “aquece” público para 2º dia do Festival GiraSol

Frejat toca clássicos, homenageia Tim Maia, Cazuza e defende "amor e paz" no Festival GiraSol

Whindersson ressalta amor pelo Piauí, abre show com aboio e destaca acessibilidade

Alma Roots leva reggae ao palco BR-Ó-BRO e faz público dançar no Festival GiraSol

Alceu Valença brinda público com sucessos e celebra a música nordestina

Breno Moreno
[email protected]

Imprimir