Cidadeverde.com
Geral

Homem que atuaria como "juiz" do PCC é preso suspeito de matar pastor

Imprimir

A Polícia Civil do Piauí prendeu, nesta quarta-feira (21/09), Raimundo da Silva Sousa, de 34 anos, suspeito de participar do assassinato do pastor Jailson dos Santos na zona Leste de Teresina. A vítima foi morta por engano a mando de membros do PCC que acreditavam que o pastor havia acionado a polícia para desarticular a facção na região. 

Raimundo da Silva é conhecido como RD e foi preso na cidade de Boa Hora, a 140 km de Teresina, por volta das 4h. Segundo o delegado Tales Gomes, RD estava em uma casa sozinho. No momento da prisão, o homem reagiu e não quis deixar os policiais o algemarem. 

“Ele é o principal suspeito da morte do pastor. Eles suspeitaram que foi o pastor evangélico que teria chamado a polícia, sendo que não foi o pastor evangélico que fez a solicitação de apoio policial.  Ele foi preso com arma de fogo com numeração suprimida e nesse momento está em Barras, onde participa da audiência de custódia para em seguida ser transferido para Teresina”, ressaltou o delegado Tales Gomes. 

Dentro do PCC, segundo o delegado, Raimundo da Silva atuava como uma espécie de juiz dentro da organização criminosa.  

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

“Atuação dele era no sentido, principalmente, da disciplina na região da Pedra Mole. A prática de crimes e mortes passam por um grupo de pessoas que decidem se mata ou se não mata ou se pode roubar ou não na região. Ele é uma espécie de disciplina dentro da organização criminosa”, destacou o delegado Tales Gomes. 

O RD ainda é suspeito de participar da morte de um comerciante conhecido como Daniele e outro rapaz conhecido como Puff. 

Nataniel Lima
[email protected] 

Imprimir