Cidadeverde.com
Esporte

Final do Brasileiro Sub-20 tem confusão entre jogadores e briga na arquibancada

Imprimir

O Palmeiras foi campeão Brasileiro Sub-20 na manhã deste domingo, contudo, antes de levantar o troféu, as cenas dentro e fora do gramado registraram cenas de violência e confusão. Jogadores de Palmeiras e Corinthians entraram em confronto. 

A Polícia Militar também precisou de agir com rigor com torcedores mais exaltados nas arquibancadas.

Tudo começou após o apito final, quando os jogadores do Palmeiras comemoravam o título no gramado. Gustavo Garcia, do Palmeiras, acenou para o camarote alviverde e gerou a revolta de corintianos, que entenderam o ato como provocação aos torcedores alvinegros.

Os jogadores iniciaram uma série de empurra-empurra no gramado. O goleiro Kauê, do Corinthians, tentou aplicar uma ‘voadora’ nas costas de um jogador palmeirense. Por sorte, ele não atingiu o adversário.

Ao mesmo tempo em que as comissões técnicas tentavam controlar a briga em campo, alguns torcedores do Corinthians tentaram invadir o gramado e precisaram ser contidos pela Polícia Militar O entrevero gerou correria nas arquibancadas e pessoas ficaram feridas.

Diante do clima tenso, os jogadores do Palmeiras saíram de campo e foram para o vestiário até que fossem liberados para receber a premiação com medalhas e troféu.

Em campo, o Palmeiras venceu o Corinthians por 1 a 0, com gol de Endrick, e conquistou o bicampeonato da competição - já havia sido campeão na ediação 2018.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir