Cidadeverde.com
Últimas

Teresinenses prestam homenagens a familiares no Dia de Finados

Imprimir
  • finados_14.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_13.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_12.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_11.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_10.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_9.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_8.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_7.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_6.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_5.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_4.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_3.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com
  • finados_2.jpg Renato Andrade/Cidadeverde.com

 

Teresinenses acordaram cedo nesta quarta-feira (02) para prestar homenagens a familiares nos cemitérios da capital.    

No cemitério São José, na zona Norte, a movimentação começou bem cedo, ainda nas primeiras horas da manhã. Segundo a administração, o local deve receber mais de 8 mil visitantes até o final de hoje. 

A aposentada Maria Luzia decidiu visitar o túmulo do marido, falecido há 10 anos, durante a manhã para evitar o tumulto da tarde. 

“Até que a gente possa se encontrar na eternidade. Venho sempre visitar, e não só no Dia de Finados. Ele morreu, mas continua vivo na memória e nos nossos corações, daqueles que amam muito ele”, destacou a aposentada. 

Já Rosilda Alves aproveitou a quarta-feira para visitar o túmulo do irmão com a família. Ela relembra que ele morreu há mais de 15 anos e com uma vida inteira pela frente. 

“Ele era muito novo quando morreu. Não imaginava que não veria meu irmão crescer, casar, ter filhos. Foi muito triste a partida dele, mas estou aqui para fazer essa homenagem a ele. Para que ele saiba que não foi esquecido”, acrescentou Rosilda Alves. 

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com 

No cemitério São José há cerca de 8,1 mil túmulos. No entanto, segundo o administrador, Carlito Rodrigo Alves é difícil computar quantas pessoas estão enterradas  no local. 

Para celebrar a data, o cemitério organizou três celebrações. A primeira aconteceu as 6h30 e a segunda começou as 8h30. A última celebração acontece por volta 17h e encerramos as cerimônias no dia de hoje. 

“O movimento ainda é considerado razoável. No final da tarde deve ser mais movimentado devido ao clima. Mas esperamos que 8 mil pessoas passem por aqui hoje”, destacou Carlito Rodrigues Alves. 

Confira a programação de celebrações:

Centro 

Cemitério São José (Bairro Centro) – 6h, 8h e 17h 

Zona Norte 

Cemitério São João Batista (Bairro Santa Maria das Vassouras) – 7h
Cemitério da Santa Maria da Codipi – 17h 
Cemitério Santo Antônio (Bairro Buenos Aires) – 6h e 17h 
Cemitério do Poty Velho – 7h 

Zona Sudeste 

Jardim da Ressurreição (Bairro Gurupi) – 8h e 10h30 
Cemitério do Renascença (Bairro Renascença) – 7h, 9h e17h
Cemitério São Sebastião (Bairro Todos os Santos)  – 17h 

Zona Sul 

 Cemitério Santa Cruz (Bairro Promorar) – 7h, 9h e 17h
Cemitério do Bairro Areias –  7h 

Zona Leste 

São Judas Tadeu (Bairro São Cristóvão) – 8h15; 10h15; 14h30; 15h30; 16h30 e 17h30; 
Cemitério Santa Mônica (Bairro Pedra Mole) – 7h

Zona Rural 

 Recanto da Saudade (BR-343) – 8h e 17h 
 Cemitério Santa Cruz (Lagoa Do Piauí) – 17h
 Cemitério principal e Cemitério dos anjinhos (Demerval Lobão) – 17h

 


Nataniel Lima 
[email protected]

Imprimir