Cidadeverde.com
Entretenimento

Gkay é acusada de destruir e não pagar aluguel de mansão em São Paulo

Imprimir

Leo Franco / AgNews

Faltando poucos dias para o início da badalada "Farofa da Gkay", em Fortaleza, a influenciadora paraibana está sendo processada por supostamente abandonar uma mansão que morou, em São Paulo, além de deixar um prejuízo que ultrapassa os R$ 400 mil. A alta quantia se refere a falta de pagamentos de aluguéis, o rompimento do contrato de 30 meses sem aviso prévio e a destruição de alguns móveis e obras de artes da propriedade.

Gkay também é acusada de não ter pago o seguro-fiança do local. De acordo com uma reportagem do programa "A Tarde É Sua", da RedeTV!, ela não teria pago as multas pelos meses que ainda faltava no contrato e de todos os alugueis pagos com atraso. Os donos da mansão, um estrangeiro e uma arquiteta brasileira não gostaram da superexposição que a casa recebeu com a inquilina.

A influenciadora e atriz aproveitou a residência para fins comerciais e ainda fez tours pela casa para Ana Hickmann e Eliana em programas de televisão e internet. Mesmo recebendo o local todo mobiliado, a também humorista parece não ter curtido a decoração e chegou a fazer reformas não autorizadas com marcas parceiras e colocado obras de arte caríssimas em um depósito do imóvel.

Ainda de acordo com a reportagem Gessica Kayane não foi ainda intimada porque o processo acabou de ser aberto, mas, em breve, irá receber a ação. Os proprietários pedem uma indenização total de mais de R$500 mil. Desse valor, R$218 mil de encargos que ela teria deixado de pagar; R$138 mil de destinação indevida; R$183 mil de descumprimento de cláusulas contratuais e R$75 mil de avarias nos bens móveis; R$107 mil de garantia de locação e R$20 mil de danos morais.

A assessoria da Gkay se pronunciou sobre o assunto e negou todas as acusações.

 

Fonte: Folhapress

Imprimir