Cidadeverde.com
Picos

Qual a Picos dos seus sonhos? Picoenses falam do amor pela cidade

Imprimir

Fotos: Paula Monize - Cidadeverde.com/picos

Qual a Picos dos seus sonhos? O que Picos representa para você? Nas suas várias descrições: Picos do alho, ‘Capital do Mel’, ‘Cidade Modelo’, o município picoense está literalmente no coração de quem nasceu aqui e/ou passa pela cidade à trabalho, para utilizar dos serviços. 

Picos completa nesta segunda-feira (12) quase um século e meio de história. São exatos 132 anos marcados por memórias, experiências, que fazem da cidade destaque no comércio pujante, polo educacional, referência nos serviços em saúde para uma macrorregião que congrega 42 municípios. 

O Cidadeverde.com/picos foi às ruas ouvir das pessoas qual sua relação com Picos. No vai e vem agitado, encontramos alguns personagens que destacaram o caráter acolhedor da ‘Cidade Modelo’, um verdadeiro celeiro de oportunidades.

Esse enredo retrata a história do professor de Inglês, Pedro Amadeu. O mesmo chegou em Picos no ano de 2010 na companhia da família. Lecionando numa escola privada local, Pedro destaca que a cidade tem evoluído ao longo do tempo.

"Eu vim de São Paulo para cá e acho Picos um lugar muito bom. A cidade evoluiu bastante desde quando cheguei, os investimentos, a infraestrutura. Acho que o que ainda precisa ser pensado é o trânsito que é bem caótico”, frisou.

Pedro Amadeu - professor

Quem também ama Picos é José Leal Filho. Aqui nasceu, construiu sua família e reforça que a cidade precisa se desenvolver ainda mais.

"Picos se tornou uma cidade muito querida. Uma cidade que a gente nasceu aqui, mora aqui e pretendemos que desenvolva ainda mais. Aqui tem muitas oportunidades, abrange vários municípios da região, é uma cidade maravilhosa", enfatizou.

José Leal Filho

Vale ressaltar que Picos também é formada por filhos de coração, pessoas que vieram de outras cidades em busca de trabalho, estudos e aqui permaneceram. Um destes exemplos é a são-julianense Nedina Bibiano, 72 anos, que trouxe os filhos pequenos para estudarem e aqui tomaram seus próprios caminhos. 

"Picos representa muito, é uma cidade que tenho um carinho muito especial. Picos é muito acolhedora, meus filhos vieram de São Julião para cá, estudaram e aqui construíram suas famílias”, disse Nedina Sousa.

Nedina Bibiano

O paulistano, Henrique Leal, também adotou Picos como a sua cidade do coração. Residindo há seis anos na ‘Capital do Mel’, comenta a alegria de fazer parte desta história secular.

"Picos é uma cidade que me acolheu. Vim de São Paulo e estou aqui há 6 anos, agradeço a cidade, agradeço ao povo picoense. Fico muito feliz em fazer parte dessa história", concluiu.

Henrique Leal

São muitas histórias! Ao longo desta segunda-feira de aniversário, o Portal Cidade Verde Picos e a TV Cidade Verde Picos contarão algumas destas memórias que traduzem o amor e respeito por Picos.

 

Paula Monize
[email protected]

Imprimir