Cidadeverde.com
Cidades

Mestre Expedito, um dos maiores artesãos do Piauí, morre aos 89 anos em Teresina

Imprimir

Fotos: Arquivo Cidadeverde.com

Morreu em Teresina nesta sexta-feira (9), aos 89 anos, Mestre Expedito, um dos maiores artesãos do estado e referência mundial em arte santeira.

O velório vai acontecer a partir ds 21h, na Pax União, e segue no sábado (10). A previsão é que o enterro aconteça no domingo, às 16h, no cemitério Jardim da Ressureição. A família aguarda a chegada a Teresina de dois filhos do escultor, um dos mais importantes do estado.

Mestre Expedito foi homenageado em 2013 pela TV Cidade Verde quando completou 80 anos de vida e 50 de carreira. Na ocasião, lembrou que estudava quando criança, mas já trabalhava nas horas vagas. Porém, só aos 30 anos despertou para o artesanato. Foi quando engenheiros de outros estados brasileiros o presentearam com uma revista com obras de Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. 

Mestre Expedito morreu em casa, onde se recuperava de uma cirurgia no estômago realizada em julho.

“Ele tinha feito uma cirurgia em julho para a retirada de um tumor, desde então ele não havia se recuperado totalmente. Ficou acamado, usou até bolsa de colostomia, mas as dores continuaram. Ele estava em casa, sendo atendido pelo plano de saúde”, relatou a filha Silvânia Santos.

Casada há 60 anos com Mestre Expedito, dona Raimunda Santos disse ser grata pela história de vida do marido.

"Só tenho gratidão pela pessoa que ele era, que não lembro dele ter feito mal para alguém. Era uma pessoa correta, que passou todos esses anos trabalhando na profissão dele, ganhou muitos clientes e amigos. Ele tratava todos com muito zelo. Ele vai deixar muita saudade para mim e toda família”, disse Raimunda Maria dos Santos, que era casada há quase 60 anos com o artesão piauiense", afirmou.

Mestre Expedido deixa 4 filhos e 4 netos. 

Flash Breno Moreno e Hérlon Moraes
[email protected]

 

Imprimir