Cidadeverde.com
Últimas

Superintendente da Strans admite tarifa zero e critica sistema dos ônibus

Imprimir

Foto: Renato Andrade / Cidadeverde.com 

O prefeito Dr. Pessoa (Republicanos) e o superintendente da Strans, Bruno Pessoa, se reuniram na manhã desta terça-feira (10) para discutir os rumos do transporte público da capital. Na pauta, a repactuação de contrato com as empresas de ônibus da cidade. Entre as possibilidades levantadas, está a do transporte público de Teresina passar a ser 100% gratuito e sem bilhetagem eletrônica, como adiantou o Cidadeverde.com.

A informação foi confirmada pelo próprio superintendente, após a reunião. Segundo ele, uma entrevista coletiva será convocada na quarta-feira (11) para anunciar mais detalhes sobre os novos contratos. 

“Tenho dito que a forma como o transporte é gerido é prejudicial e predatório, pela má gestão do serviço. Nisso é onde vamos mudar fazendo uma repactuação nos contratos e vamos informar a todos amanhã”, disse. 

“Levamos várias opções ao prefeito de Teresina. Dentre elas, essas que vocês especulam [a passagem gratuita], mas só amanhã podemos falar mais concretamente de tudo”, completou o superintendente da Strans. 

Bruno Pessoa descartou, porém, a possibilidade de um rompimento com os consórcios que integram o Setut. Segundo ele, após concluído o processo da repactuação, as medidas serão implementadas a partir de fevereiro. 

O superintendente também criticou o sistema da bilhetagem eletrônica em Teresina. Ele classificou o sistema como predatório e disse que, hoje, o serviço não tem qualidade, apesar de ser custeado pelo usuário. 

“Essa questão da bilhetagem é uma problemática, pois da forma como está sendo feito é predatório, o usuário é quem faz a remuneração do sistema e com essa mudança, vamos aditivar o contrato e mudar esse sistema”, concluiu. 

O prefeito Dr. Pessoa não concedeu entrevistas após a reunião realizada no Palácio da Cidade.

 

Paula Sampaio
[email protected]

Imprimir